Mapa do prazer: pesquisa aponta as zonas erógenas de homens e mulheres

Veja aqui o nosso GPS do prazer e saiba onde estimular para encher o parceiro(a) ou até você mesma de tesão!
zonas erógenas mulheres homens

As zonas erógenas podem variar de pessoa para pessoa. A pele é o que determina o prazer, na maioria das vezes. Foto: pexels

Um assunto vasto que requer tempo e vontade, afinal de contas as zonas erógenas dos corpos, ou seja, as partes do corpo que homens e mulheres sentem prazer, são tantas e tão relativas que não dá para ter certeza de nada. Tem gente que sente tesão no dedão do pé. E outras gostam mesmo de olhar e por aí vai.

Dizer que as pessoas, em geral, e que cada um de nós já conhece ou já explorou todas as suas zonas erógenas é lenda, ninguém sabe de todos os lugares que tem prazer. Talvez seja esse o grande segredo para se ter prazer a vida toda, a curiosidade de continuar explorando. A verdade é que potencial, todas as áreas do corpo são erógenas, independentemente de você ser homem ou mulher. De acordo com a sexóloga Carmem Janssen, nosso maior órgão sexual é a pele. Tendo isso em vista já dá para saber que para seduzir, basta querer!


Apesar disso, muitas pesquisas e ditos populares sobre relacionamento, orgasmo e prazer pipocam por aí. Para saber o que funciona ou não só tem uma alternativa: TESTAR. E vamos combinar que essa atividade não é nem um pouco desagradável.

Para te ajudar nesta tarefa, listamos algumas zonas erógenas cheias de terminações nervosas para que você, descubra por si, o que enche você ou seu amor de tesão. Veja a a seguir nosso GPS do prazer:

Partes do corpo que mais dão prazer | Zonas erógenas de homens e mulheres

zonas erógenas

Descubra todas as suas zonas erógenas junto com ele, ótimo programa para esse friozinho. Foto/reprodução © Axl ImagesCorbis

Pescoço

Com ou sem segundas intenções, todo mundo adora massagem. Isso porque, como o pescoço, as costas também acumulam muita tensão. Por ser uma área robusta, pode ser estimulada de muitas maneiras: dá para mandar bem com beijos, apertões, mordiscadas e arranhões de leve.

Ânus

Como o perímetro anal é inteiro enervado, toques leves na entrada do orifício podem ser excitantes. Nos homens, a próstata também é fonte de prazer e pode ser acessada de duas formas: com toques na região entre a bolsa escrotal e o ânus ou por dentro do ânus.

Pés

Há controvérsias sobre os pés: eles têm todas as características de uma zona erógena, mas podem despertar arrepios de prazer em algumas pessoas e calafrios de repulsa em outras. É preciso respeitar a individualidade de cada parceiro.

Pênis/Testículos

Todas as partes do pênis são zonas erógenas, mas cuidado: uma pegada mais forte nos testículos e o clima pode ir por água abaixo. A glande (parte superior do pênis) também exige delicadeza. Ela pode ser considerada o equivalente ao clitóris feminino, porque possui origem embriológica semelhante.

Lábios

Quando beijamos, os lábios aumentam de volume por causa do fluxo de sangue no local. A pele fina da boca é supersensível a estímulos de toque, sabor e temperatura. Mordidinhas costumam aumentar o entusiasmo; mordidonas cortam o clima.

Mamilos

Os mamilos das meninas e os dos meninos são igualmente sensíveis ao toque. No caso das mulheres, vale dar uma atenção (com cuidado para não machucar!) a toda a região dos seios.

Por trás dos joelhos

Pouca gente explora, mas a parte de trás dos joelhos e dos cotovelos é uma área em que a pele é muito fina, assim como na virilha. Nesses locais, as terminações nervosas ficam mais expostas e a sensibilidade tátil é imensa.

Vagina

A parte interna da vagina tem muita elasticidade e pode se expandir bastante durante o sexo. A região mais sensível é a parte exterior, na entrada do canal vaginal, mas o ideal é tentar conciliar estímulos na região interna e externa simultaneamente.

Clitóris

Localizado na parte de cima da vagina, bem na junção dos pequenos lábios, o clitóris só “funciona” se for tocado com muita delicadeza. Para alguns pesquisadores, o tal “ponto G” seria uma extensão interna dele, com quase 8 mil fibras nervosas.

fonte

As melhores zonas erógenas

Comente