Orbiting: o término de namoro que está sempre presente

Perto o suficiente para um ver o outro, mas longe o suficiente para nunca conversarem
orbiting término

Foto: pexels

Nós já falamos aqui sobre o ghosting, o término silencioso. Mas você já ouviu falar do orbiting? Por mais que tenha um nome diferente, a prática é mais comum do que se imagina. É quando você termina com alguém mas ainda continua ligado na vida da pessoa, por meio das redes sociais de forma indiscreta.

O termo foi cunhado por Anna Iovine, do site Man Repeller, e é usado para definir uma forma de stalking (quando uma pessoa fuça muito os perfis de outra nas redes) que acontece mesmo depois do término do relacionamento.


No Orbiting, o seu ex assume uma posição de ghosting, mas ainda continua checando a sua vida o tempo todo por meio da internet – pelas suas redes sociais ou de amigos.

Para ter certeza que esse é o seu caso, basta perceber se o seu ex tem visto seus stories no Instagram, se ele curte suas fotos no Facebook ou se ele marca presença em alguma rede social, mas não se comunica com você de forma alguma, não manda nenhuma mensagem.

orbiting término

Foto: pexels

O Orbiting é uma maneira estranha de lidar com um término e pode confundir muito a cabeça de quem está sendo stalkeado, podendo fazer com que a pessoa imagine que existem chances de reatar o relacionamento.

Anna descreve esse termo como sendo uma aproximação “perto o suficiente para um ver o outro, mas longe o suficiente para nunca conversarem”.

Ou seja, o ex não deixa de ser um fantasminha, mas muito presente ao ponto de ser notado. Você já passou por isso?

Comente