Mulheres aceitam seus seios flácidos com hastag #SaggyBoobsMatter

Seios flácidos importam SIM! Veja de onde surgiu este movimento lindo de autoaceitação
  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
#SaggyBoobsMatter Chidera Eggerue

Foto: Reprodução

Peito durinho, de pé, estilo atriz de novela, estilo silicone, estilo hollywood. É lindo? MARAVILHOSO. É alcançável, real a todas as mulheres? DEFINITIVAMENTE NÃO. Não faz sentido nenhum passarmos boa parte da vida nos odiando por não ter seios em um formato pré estabelecido por padrões de beleza. E pior, privarmos a nós mesmas de usarmos roupas que gostamos por causa disso. 

Para mostras as pessoas que mulheres com seios grandes e/ou flácidos também podem apostar nos grandes decotes e posar para uma foto sem sutiã, a blogueira e escritora inglesa Chidera Eggerue, autora do livro “What A Time To Be Alone”, criou a hashtag #SaggyBoobsMatter – “Seios Flácidos Importam”, em tradução livre -, no seu Instagram.


A hastag já tem mais de 28 mil curtidas. Chidera compartilhou uma foto sua sorrindo, enquanto vestindo uma blusa decotada e segurava uma plaquinha escrita: “Minha motivação vem de dentro e não dos outros”. Na legenda, ela aproveitou para dar continuação à mensagem de amor próprio da imagem: “Eu me recuso a esconder os meus seios porque eu mereço sentir alegria quando eu me olho no espelho. O verão receberá todo peitinho que eu quiser dar”.

De acordo com a blogueira para o HuffPost UK, aos 19 anos ela decidiu não usar mais sutiã, o que fez com que muitos julgassem a sua atitude. “As pessoas ficavam: ‘Ah meu Deus, eu consigo ver os seus mamilos’, ‘Ah meu Deus, seus seios são muito flácidos’, ‘Você só pode deixar de usar sutiã se você tiver seios pequenos'”, comentou.

Por conta desta 'ditação de regra', Chidera decidiu afrontaar. Deste momento em diante, sua missão seria fazer com que outras mulheres se sentissem orgulhosas dos próprios seios. Dessa forma, a hashtag #SaggyBoobsMatter foi criada e muitas pessoas abraçaram a causa de empoderamento no Instagram.

Quanto às opiniões inconvenientes ela acrescenta: “Para aqueles que disseram ‘Oh meu Deus, estou vendo seus mamilos’, primeiramente, vocês deveriam se sentir gratos por poderem ver os meus seios. E, segundamente, você não pode me dizer como eu devo ser. Desde que o meu corpo não esteja de modo algum prejudicando você, você tem todo o direito de virar as costas e cuidar da sua vida como todo mundo faz”, afirmou.

Arrasou, não é mesmo? Veja aqui mais fotos de mulheres que entraram no movimento, super empoderadas, belas e seguras de si:

Illustration of the lovely @theslumflower ctratir of #saggyboobsmatter ????

Uma publicação compartilhada por Yammy Mammy (@theyammymammy) em

Riding in cars with puppies ???? #saggyboobsmatter

Uma publicação compartilhada por bizza (@bizzaaa) em

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente