Slut shaming: novo aplicativo combate o bullying

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
slutshaming

Foto - Shutterstock

Uma das piores coisas para uma mulher é ter sua intimidade exposta. O vazamento de fotos íntimas é uma forma comum disso acontecer. Depois dele, vem o bullying, exclusão social e até mudança de cidade e problemas emocionais que levam ao suicídio. Pensando nisso, um grupo de meninas criou um aplicativo para combater o que chamamos de slut shaming.

Nesse aplicativo, as vítimas do slut shaming podem conversar entre si, debater seus direitos, se apoiarem e até promoverem encontros presenciais entre outras mulheres que sofrem com esse mesmo problema. O mais fantástico de tudo é que esse aplicativo foi desenvolvido por um grupo de meninas de apenas 16 anos, que moram em Santos, no litoral de São Paulo; Camila Ziron, Estela Machado, Hadassa Mussi, Larissa Rodrigues e Letícia Santos. As meninas alegam que o vazamento de fotos íntimas é um dos problemas que precisa ser combatido com urgência e é bastante comum em colégios.

A ideia do aplicativo para combater o slut shaming foi tão boa que as meninas estão participando do Technovation Challenge, um concurso onde pessoas apresentam propostas para resolver algum problema local. Quem ganhar levará a o aplicativo para ser apresentado na Califórnia e ganha US$ 10 mil para desenvolvê-lo.


  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente