Sexo - saiba como conversar com o seu parceiro

Sexo saiba como conversar com o seu parceiro

Jon Feingersh/Blend Images/Corbis

É fato, o silêncio não favorece o sexo. Para que seu parceiro saiba exatamente o que você quer e gosta na cama é preciso que você fale. Pois é, quer você acredite ou não, nenhum homem vem com bola de cristal para saber as nossas preferências sexuais, até porque cada um tem a sua.

Ok, gemer e sussurrar pequenos direcionamentos no ouvido do gato pode até ser uma boa saída, mas o irresistível pode não ser tão eficaz assim. Elogiar o desempenho dele também é uma alternativa, mas tente ser direta. Por mais difícil que isso possa parecer, revelar seus anseios e fantasias irá te proporcionar momentos incríveis de prazer (e porque não felicidade!).

Ele é forte o bastante para escutar verdades - Antes de qualquer coisa, nada de ficar medo de ferir os sentimentos dele. Sinceridade é muito mais prazeroso que compaixão. Sem falar que a pena frustra as expectativas femininas e subestima as masculinas. Lembre-se que na hora do sexo vocês são uma equipe.

Egoísmo é sonegar informação - Deixa o gato a ver navios para ‘não parecer egoísta’? Você já está sendo. Então, pare já com isso. Ver que ele está fazendo a coisa errada sem falar nada, só esperando o momento que precede o fim para dar um pé na bunda é pura maldade. É como ver o moço se afogar sem saltar ao mar para ajudar.

O homem da minha vida deveria saber me fazer chegar lá - A chave para a felicidade a dois, sem dúvida, é o altruísmo. Acreditar que ele tem obrigação de saber o que te faz sentir prazer para poder ser designado para a função de ‘homem perfeito’ é golpe baixo. Fale, mostre, aponte e, se necessário, desenhe as suas preferências na hora H.

Falar para não faltar - Ter vergonha de conversar sobre sexo é atestar que vocês não têm intimidade. E, cá entre nós, fazer sexo é muito mais fácil do que perguntar o que ele quer e responder o que você gosta. A perfeição se atinge com a prática e para ensaiar é preciso do roteiro. Então, já sabe, fale sobre o que sente vergonha, experimente o que não conhece e, claro, seja autentica, ninguém te falou, mas não existe afrodisíaco melhor!

Por Paula Perdiz

Comente