Rejuvenescimento vaginal

rejuvenescimento vaginal

Sentir-se mais atraente e desejada, despertar a atenção e relacionar-se melhor com seu parceiro, foram alguns dos motivos que levaram a professora Edna Martins, 32 anos, a procurar um tratamento estético

Edna foi corrigir um problema que a atormentava. A professora submeteu-se a tratamentos para rejuvenescimento vaginal e correção da estética genital. “Eu precisava me sentir bem comigo mesma para encarar um novo relacionamento,” conta Edna.

Após o nascimento de sua filha, atualmente com nove anos, Edna ficou com cicatrizes após o parto, o que a inibiu a ter novos relacionamentos sexuais. “Não me sentia bem com a cicatriz na área genital”, explica a professora.

O tratamento procurado por Edna são distintos. O rejuvenescimento vaginal consiste no estreitamento da vagina. “O tratamento é feito em pacientes que sofrem de relaxamento dos músculos desta região, em função da idade ou por partos naturais sucessivos, através do preenchimento com substância bioexpansora”, afirma o Dr. Márcio Dantas de Menezes, presidente da Sociedade Brasileira de Medicina Sexual e conselheiro consultivo da Sociedade Brasileira de Estética Médica.

Já o outro procedimento, que é aplicado com o objetivo de trazer benefícios estéticos, chama-se vaginoplastia. “Esse tratamento corrige problemas como cicatrizes na área genital, lábios vulvares irregulares ou excessivamente grandes, clitóris desproporcional ou com má formação que podem provocar incômodos estéticos e inibir o relacionamento sexual”, explica o médico. “O rejuvenescimento vaginal consiste no estreitamento da vagina”

Pacientes submetidas aos tratamentos declaram sentir-se mais confiantes e afirmam que sua vida sexual teve considerável melhora. “Depois do tratamento, eu comecei a me relacionar melhor, além de me sentir mais segura”, comemora Edna.

A mulher que procura por esse tipo de procedimento apenas por estética sofre de uma doença chamada dismorfofobia. “Esta doença leva o indivíduo a se preocupar excessivamente com alguma parte do corpo, o que acarreta uma série de outros problemas psicológicos e físicos, uma vez que a saúde física e a psíquica estão diretamente relacionadas”, afirma o especialista.

Pós-operatório

No pós-operatório é necessário tomar antiinflamatórios e antibióticos apenas. “Para a volta de práticas sexuais a recomendação é de cinco dias a partir da data da intervenção para rejuvenescimento vaginal. Já nos procedimentos onde ocorrem pontos, é necessário aguardar de 25 a 30 dias”, aconselha Dr. Márcio Dantas.

A paciente deve estar consciente do procedimento que vai realizar. “Ela deve saber que alguns aspectos serão modificados, principalmente no caso de rejuvenescimento vaginal, onde o preenchimento com a substância bioexpansora é definitivo. Para vaginoplastia as cicatrizes são mínimas, como em cirurgia plástica”, explica Dantas.

Não há riscos nem efeitos colaterais para quem tenha boa saúde, apenas para casos de doenças como câncer de vagina ou doenças hormonais. “Antes da aplicação da substância bioexpansora, é realizado um teste para saber se há alguma reação”, afirma o especialista.

Fonte - MBPress

Comente