Paquera virtual - beleza põe mesa?

Paquera virtual  beleza põe mesa

A internet encurta distâncias, aproxima os pombinhos ou dá um empurrãozinho para quem está em busca de um novo amor. Se antes ela era o último recurso para encontrar a cara-metade, hoje em dia os sites de relacionamento, os chats e as redes sociais já são considerados um bom meio para paquerar alguém ou até pensar em um namoro mais sério.

"Muitos encontros já se iniciam através da internet, principalmente pela falta de tempo que muita gente. Ao invés de ter que ir a um bar, eles e elas podem conversar e encontrar pessoas com as mesmas afinidades, no conforto de casa, mesmo porque os sites dão a possibilidade dos interessados fazer uma triagem sobre os gostos de cada um", ressalta Clarissa Assumpção, gerente de negócios do ParPerfeito.

Segundo Claudio Gandelman, presidente do ParPerfeito, nos Estados Unidos, 17% dos encontros já se iniciam na internet, sendo que 11% são em bares e restaurantes. "Já percebemos essa mudança de hábito também aqui no Brasil", diz.

Thiago Aranha Maneschi chegou a marcar um encontro depois de muito bate-papo virtual. O primeiro contato foi através do Orkut. Para o publicitário, beleza não foi fundamental mas ajudou bastante na hora de pensar em conhecer a moça pessoalmente. "Logo de cara não fui buscar as fotos dela. A gente começou a conversar e depois de um tempo fui olhar de perto, mesmo porque as fotos são apenas para ter uma ideia, afinal, ao vivo a pessoa pode te encantar de outras maneiras. Acho que beleza é importante a partir do momento que internet é algo mais ‘frio’, então, você precisa de alguma coisa para se empenhar", brinca.

Já a blogueira Graziela Matte conheceu o seu atual marido pela rede, através do messenger. "Ele havia se mudado para Campo Grande (Mato Grosso do Sul), onde eu morava, e procurou pessoas da cidade para fazer amizade. Confesso que o papo foi o que mais me agradou, ele nem era muito o perfil de homem que eu gostava. Já ele diz o contrário. Se eu fosse feia, para o gosto dele, não engataria uma conversa", conta.

Viviane Gonçalves não se importou muito com a aparência quando paquerou na rede. Depois de cinco meses de conversa em um chat promovido por uma rádio, ela ligou para o seu amigo virtual e descobriu que ele era um dos locutores. "Nunca vi a foto antes de conhecê-lo, até que um dia tomei coragem e liguei. Foi bem engraçado porque descobri que era o locutor da rádio. Confesso que não criei uma certa expectativa em relação a beleza. Ele não era bonito, mas sem dúvida, tinha lá o seu charme", relata a assessora de imprensa.

Segundo Clarissa, no site ParPerfeito não há dados que mostrem a preferência por determinadas fotos, o que significaria um maior interesse por homens e mulheres com certos atributos físicos. "Mas sem dúvida, o contato visual é importante, pois os que simplesmente colocam uma foto são 10 vezes mais vistos daqueles que não tem". Para quem costuma usar uma foto falsa na paquera virtual e está afim de um relacionamento longo, ela aconselha: "se mentir logo de cara dificilmente essa relação vai para frente".

Quem gosta de rostinhos bonitos e acredita que está dentro dos padrões de beleza encontra boas "oportunidades" na rede social Beautiful.People, que elege a entrada dos participantes através da foto enviada pelo usuário. O site foi inaugurado há mais de um ano e em seu lançamento aprovou 45% dos brasileiros cadastrados. As mulheres norueguesas, suecas e islandesas ficaram nas primeiras colocações. Já entre os homens, os suecos ficaram na frente dos brasileiros e dinamarqueses.

"Acho que estabelecer quem é bonito ou não segue critérios bastante subjetivos. A imagem é importante na hora de conhecer alguém no meio virtual, mas acho que cabe a cada um fazer esse julgamento quando escolher com quem vai conversar, se relacionar", opina a gerente.

Na contramão do BeautifulPeople há um site feito especialmente para homens e mulheres se consideram feios. Criado no Reino Unido por Howard James, "The Ugly Bug Ball" exclui pessoas consideradas bonitas ou atraentes. Mas garimpando pelas páginas, você não encontra apenas pessoas "desprovidas de beleza".

Logo na home page, eles colocam bons motivos para marcar um encontro fora da vida online, entre eles: "pessoas feias são mais humanas, pessoas bonitas geralmente não são muito agradáveis e tendem a ser um pouco superficiais", ou ainda, "pessoas feias tiveram uma dura vida e, portanto, tendem a ser mais atenciosas e mais fiéis".


O site se orgulha de ter promovido o primeiro noivado entre os usuários Tom e Janine. Em entrevistas à imprensa, o noivo relata como foram as primeiras palavras na paquera virtual. "Querida Janine: Acabei de ver o seu belo rosto no Ugly Bug Ball e adoraria conhecê-la. Você mora perto de mim. Então não seria um problema".

Por Juliana Lopes

Comente