Os dez tipos de libido

Capa do livro Os dez tipos de libido

Foto Divulgação

O que fazer quando os interesses de um casal são divergentes? E quando o assunto é sexo, tem solução? A psicóloga e terapeuta sexual australiana Sandra Pertot, autora do livro “Os Dez Tipos de Libido”, acredita que sim. Na obra, a terapeuta descreve os diferentes tipos sexuais, com o objetivo de fazer os leitores compreenderem suas necessidades no sexo e como essas vontades podem ser semelhantes ou diferentes do parceiro.

Além de identificar os perfis sexuais, Sandra Pertot explica de que maneira as libidos podem afetar uma pessoa e seu parceiro, fala de ferramentas para que um casal supere suas incompatibilidades sexuais, além de testes e exercícios que identificam os maiores pontos de tensão no relacionamento sexual e alternativas para eliminá-los ou equilibrar o desejo sexual entre os parceiros.

A autora classifica os tipos de libido em sensual, compulsiva, desconectada, desinteressada, estressada, “por direito”, reativa, viciosa, dependente e erótica.

A terapeuta Sonia Braga Urbano, de São Paulo, concorda com a colega australiana e explica que 70% dos problemas conjugais têm como causa as questões íntimas. De acordo com a especialista, é fundamental que em um relacionamento a dois a intimidade seja esclarecida antes que o casal divida o mesmo teto, pois as diferenças podem acabar com a relação.

“Quando existe uma parceria legal, amizade boa, relação de amor mesmo, eles tentam ajustar essa parte. Um flexibiliza de um lado, o outro de outro lado”, diz.

Para Sonia, quando a pessoa é muito focada no sexo, as chances do relacionamento acabar são imensas. “Essa questão do sexo tem seu peso, mas não é grande. Então pode fazer um ajuste, pode equilibrar. Mas depende muito do que cada um quer”, acrescenta a terapeuta

Fonte - MBPress

Comente