Orgasmo: dicas simples para chegar lá!

Orgasmo como chegar lá

Foto - Annie Engel/Corbis.

Todas nós precisamos de saúde para gozar no final, já disse nossa roqueira Rita Lee, está aí uma grande verdade. A saúde a gente garante com uma alimentação boa e um bom sexo. E de preferência não se preocupe com o orgasmo, aproveite a transa e ele virá naturalmente.

Na hora da transa tente o máximo possível esquecer dos problemas de todo dia, apenas se entregue. Do contrário, você pode ficar ainda mais tensa.

Mesmo porque, hoje em dia, uma rapidinha gostosa e bem feita pode ser melhor do que uma noite romântica de amor. Porém, uma coisa é importante ter em mente que não há regra, o que há é diversão e prazer em estar com quem se quer muito. Com isto você chega lá quando tiver que ser, e quando menos esperar. Muitas vezes, gozar torna-se uma obrigação e aí é que a coisa não acontece mesmo.

Se você acha que seu motor não vai esquentar, e que você nunca verá estrelinhas, pode parar! A gente dá umas dicas quentinhas para você aproveitar:

- Não pense que "tem" que ter um orgasmo múltiplo em todas as transas. Muitas vezes, pode ser que você não chegue lá, isso é normal. Aproveite tudo o que acontece no durante. O que não é normal é o orgasmo NUNCA acontecer. Aí você deve conversar com seu ginecologista.

- Quando estiver na cama com seu homem, o foco é ali! Nada de pensar no que tem que fazer no dia seguinte, ou se trancou a porta. Assim não há quem consiga gozar.

- Conhecer o próprio corpo ajuda muito na hora de pedir para ele o que te dá mais tesão ou em que parte gosta de ser tocada. A masturbação ajuda muito nisso, não se acanhe em tocar e sentir o próprio corpo, mesmo quando estiver sozinha, mesmo que seja para saber como é. Que tal?

- Pensar em sexo é uma boa, assim, você se mantém estimulada. Nada de idealizar transas perfeitas, não é isso. Um bom estímulo é lembrar-se de uma cena quente de um filme, ou imaginar um conto erótico acontecendo de verdade. Quando você encontrar o namorado, a coisa toda vai acontecer muito mais fácil.


Por Giseli Miliozi

Comente