O tabu da nudez

O tabu da nudez

A nudez continua sendo um tabu, e ao mesmo tempo que é amada, é temida. Foto: © Tetra Images/Corbis

Falar da nudez é entrar num universo tão vasto e muito maior do que o próprio corpo. Vai muito além de sexo e de sensualidade. O corpo é a nossa principal forma de expressão. E se é assim, por que não mostrar quando quisermos? Dizendo simplesmente, podemos afirmar que o corpo nu tem seu magnetismo e desperta o que temos de mais primitivo.

Não importa o quanto o tempo passe e o quanto o modernidade e a tecnologia avancem, um corpo nu atrai os olhos e acende uma polêmica. Não há quem não goste de olhar um belo corpo, seja masculino ou feminino. Apesar de ser algo natural, ou pelo menos deveria ser, até algumas décadas atrás, era possível ver um nu somente em revistas como Playboy e outras menos glamourosas.

O fato é que hoje é fácil ver uma foto de nu, na internet, muitos blogs e sites se lançaram a essa experiência e profissionais como atores e fotógrafos produzem trabalhos muito interessantes. Assim como a roupa, ou a forma de usar a roupa representa quem somos, a ausência de roupas também representa muita coisa.

O corpo é fonte de inspiração também para ativistas que o usam no intuito de chamar a atenção para as suas causas como faz o Femem - as mulheres que fazem parte do movimento que começou na Ucrânia, usam os seios desnudos. Elas trazem o corpo pintado com palavras e frases que simbolizam as diversas causas do feminismo e combate ao sexismo. Elas já conseguiram provocar bastante reflexão no mundo todo e há brasileiras entre elas.

Daria para escrevermos eternamente sobre o tabu da nudez, que passa inclusive pelos estereótipos do que é bonito ou não, e do que atrai os nossos olhos ou não. E hoje podemos dizer que há gosto e espaço para tudo e todos. Convencionou-se que o nome "modelo" é o sinônimo de mulheres magras e altas, mas nesse mundo há muita variedade. Outra discussão interminável, na qual não vamos entrar agora.

Temos que lidar melhor com nosso corpo, e mostrá-lo quando queremos não tem nada de mal, ou de indecente, cada um com seus motivos e desejos. Nascemos pelados, e não há nenhuma parte do nosso corpo que não possa ser explorada, tanto para o sexo, como para a fotografia, ou para um desenho.

Muitos artistas possuem como base de sua criação o corpo humano, pois ele é bonito, é aquilo que somos, mas isso não é tudo, e não podemos nos esquecer, um corpo não pode aprisionar a mente.

leia também


E vocês o que acham?

Por Giseli Miliozi

Comente