O que acaba com o desejo sexual?

[img=1]

Trauma, remédios, rotina. De acordo com a ginecologista Paola Fasano e a psicóloga Silvia Dinis, vários fatores podem fazer com que as mulheres percam o desejo sexual.

Segundo Paola, a diminuição da libido acontece por motivos orgânicos. Podem ser por alterações hormonais, como na gravidez ou menopausa, ou devido ao uso de alguns medicamentos. “Certos anticoncepcionais e antidepressivos diminuem a libido”, explica a especialista. Doenças hormonais, transtornos psicológicos e amamentação também influenciam.

A libido tem a ver com o hormônio testosterona, que na gravidez e menopausa é produzido em menor quantidade. Geralmente, na época da ovulação acontece o contrário e a mulher fica com a libido maior.

Quando ocorre a diminuição do desejo sexual, o primeiro passo deve ser procurar um ginecologista. “É preciso fazer dosagens hormonais para descobrir a causa do problema”, diz Paola Fasano. Se o problema for o consumo de remédios, eles serão trocados por outros que não provoquem tal efeito colateral. Para disfunção hormonal, existe um tratamento à base de testosterona.

Sobre os motivos psicológicos, Silvia Dinis explica que o dia-a-dia pode atrapalhar a relação sexual de um casal. “A mesmice acaba com o desejo”, diz a psicóloga. No caso dos jovens, as causas podem ser um distúrbio ou trauma de infância, como um pai violento.

Aos casais, ela recomenda. “Tem que redescobrir o papel de amante, homem e mulher”. A terapia de casal também é uma boa pedida. “Durante as sessões, os dois lados são ouvidos e o casal conversa”. No caso de jovens e traumas, Silvia indica um trabalho mais longo com um psicólogo, para investigar os motivos.

Fonte - MBPress

Comente