Novo aplicativo vai ajudar no combate à violência contra a mulher

aplicativo no combate à violência contra a mulehr

Novo aplicativo será arma contra a violência doméstica. Foto/reprodução Mirror UK

As mulheres que sofrem violência doméstica estão para ganhar um grande aliado no combate contra isso. Trata-se de um aplicativo que nasceu da parceira de duas organizações, a Geledés, Instituto da Mulher Negra, de São Paulo, e a Themis, do Rio Grande do Sul. Há um projeto quase pronto de lançar o PLP 2.0, um aplicativo inédito no Brasil para apoiar mulheres vítimas de agressão.

Segundo informações do site da Secretaria de Políticas para as Mulheres, no mês de maio o Google anunciou os quatro projetos de ONGs brasileiras vencedores do Desafio de Impacto Social Google Brasil. Por votação popular online, o projeto PLP 2.0, do Geledés Instituto da Mulher Negra, foi um dos vencedores. Eles terão 1 milhão de reais para executar o projeto.

O aplicativo aciona diretamente as redes de atendimento e grava o áudio e o vídeo das agressões pelo celular. O material vai fornecer as provas do ocorrido e oferecer respostas mais rápidas às vítimas.

O protótipo já está pronto e previsto para ser lançado em dois meses no Google Play Store. A próxima previsão é animadora também. Em três anos 1 milhão de mulheres terão acesso às medidas de proteção pessoal previstas na Lei Maria da Penha.

Parece mais do que uma luz no fim do túnel, não é mesmo?


Por Giseli Miliozi

Comente

Assuntos relacionados: sexo violência contra a mulher aplicativo