Namoro no trabalho, como agir?

Uma pergunta básica pode responder tudo. Onde é que você passa a maior parte do seu dia? Provavelmente você respondeu: no trabalho. Então, nada mais natural que encontrar um namorado por lá mesmo...

A crescente participação da mulher no mercado de trabalho e a necessidade de passar mais tempo em um ambiente corporativo são fatores que têm contribuído para que os laços de amizade tornem-se relacionamentos amorosos.

No Brasil, grandes empresas começaram a adotar normas de conduta sobre o assunto. E, apesar de ser um tabu, ele passou a ser tratado com mais compreensão.

“O fato de termos contato quase todos os dias nos aproximou muito mais. Foram quase nove anos juntos antes de nos envolvermos. Passamos 13 anos juntos, mas não é fácil levar um relacionamento no ambiente de trabalho. Tem que valer muito à pena. Quando há uma briga, todos ficam sabendo. A minha vida se tornou pública e sem controle de fofocas”, diz a médica Antônia Oliveira.

O que os profissionais de Recursos Humanos destacam como fundamental é a discrição. Nos primeiros encontros, a relação deve ser secreta até para não ficar malvista se vier a se interessar por um segundo ou terceiro colega da empresa. "Festa da empresa não é lugar para começar um relacionamento. Nestas ocasiões, mesmo os casais já constituídos devem procurar se integrar com outras pessoas", afirma Juliana Andreas, responsável pelo RH de um hospital em São Paulo.

Segundo o Ministério do Trabalho e Emprego, não há legislação que proíba o romance no ambiente de trabalho. O que pode haver são regras determinadas pela própria empresa. Bom senso é o que vale !

Fonte - MBPress

Comente

Assuntos relacionados: carreira namoro no trabalho trabalho amor