Namoro no trabalho

Namoro dentro da empresa

Muitas pessoas passam mais tempo na empresa do que em casa ou no convívio social. Por esse motivo, natural que exista uma grande possibilidade de conhecer e se apaixonar por algum colega de trabalho.

Porém, a relação no ambiente de trabalho exige certos cuidados. Além disso, a postura das empresas em relação ao assunto varia de uma para outra. A maioria não vê restrições e não impõe proibições, mas espera bom senso.

O especialista em recolocação profissional e presidente da Curriculum, Marcelo Abrileri, dá algumas dicas de etiqueta para os apaixonados:

"Trabalho é prioridade: antes de mais nada, tenha sempre em mente que o ambiente de trabalho é para trabalhar. Evite quaisquer interferências em seu desempenho profissional. Converse com a pessoa e coloque esta situação de maneira leve, mas clara", aconselha.

Ele também alerta que é preciso separar o profissional do pessoal. "Uma boa conversa com o parceiro pode ajudar. É inevitável que ambos assumam mutuamente alguns preceitos para que tudo permaneça em ordem".


E quando o namoro termina enquanto ambos estão na empresa? Marcelo enfatiza que, numa possível ruptura do casal nessas situações, "é importante manter a ética e nunca sair falando mal do outro, até porque o assunto pode se voltar contra quem falou mal".

Por fim, manter a discrição é essencial. Não há necessidade de espalhar para todos. O contrário também não. Ou seja, nada de omitir, nem mentir.

Por Lívany Salles

Comente