Mulheres casadas querem menos sexo?

Mulheres casadas querem menos sexo

A antropóloga Mirian Goldenberg, que estuda as relações entre homens e mulheres há mais de 20 anos, afirma que as coisas não são bem assim. E defende que elas não passaram a se interessar menos por sexo por conta do número de atividades, porque elas sempre tiveram muitas delas. "O que acontece é que as mulheres querem outras coisas. Esperam carinho, romance, atenção, conversa, escuta, respeito e reconhecimento. Tudo isso gera sexo".

A especialista garante que para as mulheres o sexo está longe de ser algo puramente biológico como dizem que é para os parceiros. "Os homens acreditam que as preliminares são o que eles fazem durante o sexo, quando na verdade são o que eles fazem durante todos os dias. Carinho, atenção, romance, elogio, isso são preliminares para a mulher", esclarece.

E quanto à esposa com filhos não querer mais sexo, a antropóloga declara: a autora está generalizando! "Há sim momentos na vida em que a mulher está tão intensamente mergulhada em outras atividades - cuidar do filho menor, trabalhar, tomar conta dos pais doentes - que não tem interesse no sexo", explica. "Ela tem interesses e problemas diversos em diferentes fases da vida. Sexo não é tudo."

Outro ponto interessante levantado por Mirian é que as pessoas estão tão preocupadas em falar das mudanças no universo feminino que se esquecem de que os homens também evoluíram e muito. "É cultural o fato de o homem ser criado para fazer sexo e a mulher para ser mais reservada, mas os dois lados sofreram mudanças", garante.

E explica: "Muitas parceiras, ser viril, não brochar... isso mudou. Os homens não querem mais quantidade. Procuram apenas uma parceira, a valorizam, realizam os desejos dela, querem dar prazer a ela. Eles estão investindo mais na relação."


Sobre a felicidade conjugal, Mirian que não há nada 100%. Ela acha que hoje as relações são fruto de muito trabalho, investimento e aceitação das dificuldades e limitações. "As demandas necessárias para se alcançar a felicidade são maiores. Há casais mais realizados do que outros, mas plenamente felizes não". E deixa uma mensagem: "O sexo não é tão fundamental para homens e mulheres. Eles querem mais é uma relação valorizada pela fidelidade, companheirismo, amizade, troca, escuta. Mais do que o sexo em si."

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente