Mulher paralítica faz fotos sensuais contra preconceito

A jovem fez as fotos para provar que pessoas paralíticas também podem ter vida sexual
jovem paralítica fotos sensuais

Ela mostrou que pessoas com deficiência também têm vida sexual. Foto - Revolution Studios

Ao se deparar com pessoas com deficiência (PcD), algumas pessoas podem ser bem indelicadas, principalmente com cadeirantes. Perguntas do tipo: " Você consegue fazer sexo?", entre outros questionamentos podem acabar cansando quem sofre com a paralisia dos membros inferiores.


Para desmistificar esses questionamentos sobre sua capacidade de ter relação sexual, a jovem americana Rachelle Friedman Chapman, de 29 anos, decidiu posar usando apenas lingerie.

Aos 24 anos, Rachelle sofreu um grave acidente de carro quando voltava de sua festa de despedida de solteira em 2010. A batida resultou numa grave lesão que a deixou paralisada do peito até o pé. Apesar disso, a jovem não se deixou abater. 

Com muita força de vontade, ela virou uma conferencista e escritora. Ela atua firmemente contra a discriminação de pessoas paralíticas, especialmente em relação à sexualidade.

"Muitas pessoas acharam difícil me ver numa cadeira de rodas, então, aqui estou, sem o equipamento. Mas, continuo sendo a mesma. Espero que isso faça as pessoas refletirem. Paralíticos continuam tendo sexualidade e, honestamente, estou cansada de ser 'algo' que não tem voz na sociedade", desabafa a conferencista ao portal de notícias americano Huffington Post.

Com muita beleza e boa forma, ela mostrou que pode, sim, ser sexy. De acordo com ela, quando a notícia do acidente veio à tona, muitos ficaram impressionados em saber que o noivo continuou com ela, mesmo que a jovem se encontrasse sem o movimento das pernas.

"Claro que afetou minha auto-estima, mas fiquei ainda mais triste em saber que existem cadeirantes que vivem em busca de amor. Nós somos espertos, corajosos, engraçados, bonitos e, sim, sexy", completa Rachlelle Chapman.

Por Thamirys Teixeira

Comente