Kunyaza: masturbação africana para o orgasmo feminino

No Kunyaza quem comanda é a mulher, ou seja, ela escolhe os estímulos e a intensidade de cada movimento
kunyaza

Foto - Reprodução

Uma das técnicas de masturbação mais eficazes para se chegar ao orgasmo pleno é muitas vezes esquecida pelos parceiros. O Kunyaza, palavra derivada do verbo kunyaàra, que significa “fazer xixi”), é uma técnica sexual tradicional muito utilizada na África Central, passando por províncias como Uganda, Tanzânia, Congo e Ruanda e que é o segredo para que as mulheres tenham orgasmos incríveis. Sem o uso das mãos na masturbação, o  kunyaza é a estimulação do clitóris e lábios e abertura vaginais pelo próprio pênis.


O Kuzyaza

Segundo uma história folclórica surgida em Ruanda, uma rainha da terceira dinastia escolheu um guarda real para praticar sexo; contudo, por nervosismo, o homem não conseguiu chegar à ereção. E para não perder sua dignidade e não desapontar sua rainha, o guarda criou uma nova maneira de atender aos desejos sexuais dela, dando origem à técnica conhecida como Kunyaza.

Nesse tipo de masturbação, o homem dá leves batidas no clitóris e ao redor da vulva com o próprio pênis ereto e fricciona a glande no clitóris, fazendo movimentos circulares ou em ziguezague. É importante lembrar que a região deve estar bem lubrificada, facilitando os movimentos e dando mais prazer ao ato sexual. O uso de lubrificantes é uma boa opção nesse caso.

Importante destacar que, no Kunyaza quem comanda é a mulher, ou seja, ela escolhe os estímulos e a intensidade de cada movimento. Na primeira etapa da masturbação, a penetração está proibida. Toda a estimulação deve ser feita com sensualidade e muito, muito carinho para não machucar e oferecer ainda mais prazer.

Por VilaMulher

Comente

Assuntos relacionados: sexo masturbação feminina masturbação