Homem que paga por sexo é semelhante a estuprador, diz pesquisa

De acordo com a pesquisa, quem paga por sexo tem mais chances de cometer agressão sexual contra mulheres
pagar por sexo estupro

Entenda porque os homens que pagam por prostitutas podem ser comparados à estupradores. Foto - iStock/Angelo D'Amico

Uma pesquisa polêmica e muito intrigante envolvendo prostituição vem causado burburinho por aí. Foi constatado que homens que pagam por sexo tem fortes semelhanças com estupradores no sentido de objetificar a mulher.


A conclusão é de Pesquisadores da Universidade da Califórnia, em Los Angeles. De acordo com eles, homens que costumam pagar para ter sexo têm pouca empatia com prostitutas e maior tendência a cometer agressões sexuais do que aqueles que não têm esse hábito. 

O estudo foi publicado no Journal of Interpersonal Violence. Para a pesquisa, foram avaliados 202 homens na região de Boston, sendo que exatamente metade deles tinha o hábito de pagar por sexo. 

Os autores do estudo dizem que, de fato, esses homens possuem características que são frequentes em indivíduos condenados por violência sexual: preferência por relações sexuais impessoais, ou seja, sem afeto ou intimidade envolvidos, além de medo da rejeição feminina e autoidentificação masculina hostil.

pagar por sexo estupro

Foto - iStock/KatarzynaBialasiewicz

Além disso, eles perceberam que os consumidores de prostituição eram mais propensos a admitir que tinham estuprado ou cometido outras formas de agressão sexual contra mulheres anteriormente.

Não é a primeira vez que estudos associam a falta de empatia com atos de violência contra a mulher. Isto porque uma série de especialistas, hoje, encaram a prostituição como uma forma de abuso sexual. Eles esperam que os resultados desse estudo ajudem a derrubar o mito de que consumidores de prostituição são somente “caras legais, apenas sexualmente frustrados”.

E aí, qual é a sua opinião sobre o assunto?

Por Thamirys Teixeira

Comente

Assuntos relacionados: Thamirys Teixeira sexo agressão estupro