Guilhermina Guinle fala sobre sexo

Guilhermina Guinle fala sobre sexo

Foto: João Miguel Júnior. Divulgação TV Globo

As cenas picantes de Beatriz, personagem de Guilhermina Guinle na macrossérie "O Astro" tem trazido benefícios. Tímida, a artista de 36 anos, 54kg e 1,65m usa as gravações para lidar com o problema.

"Tenho vergonha e timidez, sim, mas enxergo isso de uma maneira profissional, e a vergonha passa", disse Guilhermina ao jornal carioca "O Dia". Sobre os comentários a respeito de suas curvas, a atriz comentou: "Receber elogios em qualquer sentido, estético ou profissional, é sempre bom. Mas não dá para levar isso a sério", analisa.

A performance da atriz foi além da telinha. Recentemente, ela fez um ensaio sexy para a revista "Alfa". Mas não pretende posar nua. "Já fui convidada. Acho que não combina comigo, com minha vida. Isso é uma coisa que a pessoa faz por dinheiro ou por vaidade", argumenta. "Na TV, são só alguns segundos de nudez, faço uma personagem. Depois, as pessoas esquecem", completa.

Durante a entrevista, Guilhermina falou sobre os homens que já passaram pela sua vida: Murilo Benício, Fábio Jr. e José Wilker. "Tive sorte, porque foram três homens diferentes e interessantes, que me completaram em cada fase da minha vida", disse.

Sobre Murilo, ela comentou: "Ele tem muito humor. Nós nos divertíamos muito. Ria desde que acordava até a hora de dormir". Com brilho nos olhos, ela se lembra de Fábio Jr.: "Ele era mais velho, tinha 39 e eu, 18. Era uma paixão intensa, daquelas que a gente acha que vai morrer". E com José Wilker, veio a maturidade. "É um cara culto, inteligente. Me deu outra percepção da vida, me tornou uma pessoa mais interessada pelo trabalho".


Para Guilhermina, felicidade é um equilíbrio entre amor, admiração e respeito à individualidade do outro. E sexo, claro. "Numa escala de zero a dez, a importância do sexo é dez. Mas nove pode ser bom também (risos). É uma mistura de amizade, amor, com o lado sexual", opina.

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente