Ginseng e açafrão favorecem o desempenho sexual

Ginseng ajuda no desempenho sexual

Foto/Reprodução site kirmiziginseng

Não é de hoje que os casais procuram na culinária receitas infalíveis para apimentar a relação sexual. E para aumentar a lista de alimentos, um estudo da Universidade de Guelph, em Ontário, no Canadá, fez uma revisão dos chamados afrodisíacos naturais e descobriu que o ginseng e o açafrão não poderiam ser descartados.

Os resultados foram divulgados na edição online do Food Research International. E além do açafrão e do ginseng, o estudo concluiu que uma substância chamada ioimbina, extraída de uma árvore nativa da África Ocidental, melhora o desempenho na cama.

O objetivo da análise, conduzida pelo professor de ciência alimentar Guelph Massimo Marcone, era encontrar alternativas naturais que pudessem substituir as drogas sintéticas. Entre os efeitos colaterais apontados por quem ingere remédios como Viagra estão dores de cabeça e dores musculares. "Mesmo os jovens que não têm problemas com a atividade sexual estão perguntando aos seus médicos sobre remédios contra disfunção erétil", preocupa-se Marcone.

Segundo o professor, o ginseng é eficaz no tratamento de disfunção erétil, além de aumentar a libido e os níveis de satisfação entre as mulheres na menopausa. A nutricionista funcional e diretora da Clínica Nutri DNA, Elaine de Pádua, explica que esta erva tem efeito vasodilatador, ou seja melhora a irrigação do sangue. "Desse modo, o órgão masculino funciona melhor, facilitando a ereção e a manutenção da mesma. Na mulher, a função vasodilatadora auxilia na lubrificação da vagina".

Segundo o professor, açafrão pode ser eficaz no tratamento da disfunção erétil, além de aumentar a libido e o desempenho. Dra. Eliane completa: "Este tempero tem ação anti-inflamatória e de modulação hormonal, ou seja, equilibra os níveis de hormônios, incluindo testosterona e estrogênio. Com isso, se a pessoa produzir estes hormônios de maneira correta terá uma vida sexual mais ativa e satisfatória."

Para gerar o efeito esperado, Dra. Elaine recomenda que os dois ingredientes sejam consumidos de três a quatro vezes por semana. "O ginseng é encontrado em chás e sopas. No caso do açafrão, a dica é colocar uma colher de café no arroz ou temperar o frango com ele".

Ao mesmo tempo, o estudo definiu como discutível a ação do chocolate e do vinho no desempenho sexual. Já o álcool, em determinadas quantidades, pode facilitar a atividade sexual por reduzir inibições. Porém, em demasia pode prejudicar a capacidade física na hora do sexo.


Marcone ainda advertiu contra algumas substâncias definidas como afrodisíacas, entre elas, a mosca espanhola e sapo Bufo. Embora haja evidências de que estas iguarias podem aumentar a excitação sexual, elas também são tóxicas para os seres humanos e pode levar a doenças graves ou morte em alguns casos.

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente