Fantasias sexuais: Cristian Gray é o personagem preferido delas!

Fantasias sexuais

Foto: Entertainment.ie

Existem as mais diversas fantasias sexuais. Uma delas é a fantasia por fantasias. Quando você pensa a respeito, logo vem à mente homens fardados, vestidos de bombeiro ou marinheiro, não é? Essas são mesmo as fantasias sexuais preferidas das mulheres?

Focca Barreto, um dos sócios do Clube das Mulheres, um lugar onde a atração principal são homens fantasiados, afirma: "A fantasia que elas mais gostam varia com a época. Antes o mais curtido era o rapaz da manutenção, um personagem com cara de tímido, que teoricamente poderia ser usado pelas mulheres. Depois o fardado da SWAT, hoje o preferido é o Cristian Gray do ‘50 Tons de Cinza’". Os fardados, bombeiros e marinheiros continuam fazendo sucesso, mas, segundo ele, não são os queridinhos das frequentadoras atualmente.

Apesar de o gosto das clientes variar bastante de acordo com idade, perfil pessoal e situação matrimonial, o Clube avalia a aceitação dos personagens pelos aplausos, pelas "curtidas" no Facebook e até pelos pedidos que a direção recebe na casa de shows. "Na verdade, o mais importante é o modelo, se ele é bonitão. Mas creio que fantasia e modelo se completem", conta Focca.

Sobre o assunto, Vânia Macedo, psicoterapeuta sexual diz: "As fantasias vêm como mais um item para apimentar a relação que, depois de alguns anos, pode ficar monótona e sem graça."

As fantasias mais desejadas pelas mulheres, segundo a profissional, são as que satisfazem seus sonhos. "As de personagens de histórias e lendas, as de homens heróis ou vencedores, ou, ainda, as de homens proibidos também integram a lista de favoritas", conta ela. Esse tipo de fetiche funciona para liberar fantasias proibidas, que não poderiam ser expostas na vida real. Além de, claro, ativar a criatividade na hora de interpretar papéis que não os de simples marido e mulher, despertar desejos proibidos e fugir um pouquinho da rotina sexual comum do casal.


Acontece que, às vezes, a pessoa pode fazer a projeção de um ser idealizado no parceiro, se esquecer que aquilo é apenas uma fantasia e acabar por se frustrar quando, ao acordar para a realidade, não conseguir enxergar o personagem idealizado no companheiro.

Para que isso não aconteça, é importante que a fantasia seja um complemento, algo a mais na vida sexual do casal. "As fantasias, sejam as roupas ou quaisquer outras coisas, não podem ser uma fuga constante à realidade", afirma a psicoterapeuta. Deve-se levar em conta que não se pode passar o tempo todo fantasiado, nem interpretando papéis. Sendo assim, quando o furor do personagem for embora, restará todos os problemas que foram escondidos por baixo das roupas diferentes. É bem melhor resolvê-los antes e curtir sem culpa, não é?

Procure compartilhar fantasias com seu parceiro, diga o que gosta e ouça o que ele tem a sugerir, proponha uma noite na qual ambos façam algo que vá agradar ao outro, cada um veste algo que o outro ache excitante, que tal? Assim, além de garantir a própria satisfação, sabendo que terá algo estimulante no sexo, ainda terá certeza de que a pessoa ao seu lado está curtindo tanto quanto você.

"A fantasia, seja em adereços ou na imaginação, é um filme privado no qual tudo pode acontecer, desde que haja consentimento do outro. Assim sendo, usem e abusem da imaginação, pois, entre quatro paredes, a busca do prazer é privilégio dos que se curtem", finaliza Vânia. Então abra sua mente, busque algo que lhe agrade e dê um turbo na sua relação. Só fará bem!

* Serviço: Focca Barreto, Clube das mulheres.

Vânia Macedo, psicoterapeuta sexual.

Por Juliany Bernardo (MBPress)

Comente