Escolher produtos eróticos

Escolher produtos eróticos

Vela Mimo Sexy

Entrar em uma sex shop, escolher alguns produtos e experimentá-los, atitude não muito frequente para muitas mulheres, mas um assunto que cedo ou tarde é discutido entre a mulherada. Entre as Vilamigas não é diferente. Valentina, por exemplo, comentou recentemente como quebrou os próprios tabus e buscou produtos em uma loja de produtos eróticos.

"Passado o estranhamento inicial é um mundo de produtos e possibilidades para aumentar o prazer de qualquer relação, para que possamos ter prazer sozinhas, curtir fetiches, taras, melhorar o desempenho (retardadores de ejaculação ou prolongadores de ereção) ... Acho que até eles têm mais tesão em mulher que gosta mais de si", comentou em seu blog.

Assim como Valentina, muitas mulheres sentem curiosidade de usar produtos eróticos e incrementar o sexo, mas têm dúvidas do que escolher. A psicóloga Rosana Giannoni, que trabalha com grupos de mulheres sobre o tema sexualidade, conhece muitas delas que ficam perdidas e, às vezes, não usam o que realmente querem. "E com isso, ao invés de apimentar o relacionamento e se aproximar mais dos homens, ocorre o contrário", diz.

[galeria]

Segundo Rosana, várias mulheres ainda não têm conhecimento do próprio corpo. Ainda precisam descobrir o que realmente as excita e estimula, quais são os lugares em que gostam de ser tocadas. "E acham que o culpado é o parceiro". Durante algumas vivências, ela propõe que elas imaginem que estão preparando uma mala para ir ao motel, uma viagem ou um lugar especial ao casal, e a partir disso escolham os apetrechos para melhorar o relacionamento, sejam eles estimuladores, vibradores ou brincadeiras como dadinhos e cartas de baralhos. "Mais importante do que isso é permitir a sensação de troca de intimidade que a sexualidade proporciona, também através do olhar, e não só o prazer", ressalta.


A psicóloga indica usar pelo menos um produto que estimule cada sentido. Para começar pode ser um óleo para massagem comestível com vários sabores diferentes, assim olfato e tato são estimulados ao mesmo tempo. Uma linda lingerie para estimular a visão e ainda gel excitante para o sexo oral ou as zonas erógenas. "A mulher deve se sentir estimulada a buscar coisas novas, usar a intuição como um termômetro e observar o que mais excita o seu parceiro também", completa.

Na comunidade, as Vilamigas também dão as suas dicas. "Comece pela audição, com uma música que crie um clima sensual. Aguce o olfato do parceiro borrifando no ambiente um pouco do seu perfume... Depois provoque o tato, acariciando o corpo dele com uma pluma".

Por Juliana Lopes

Comente