Eles também adoram surpresinhas durante o sexo

Surpresinhas durante o sexo

Quando se faz pesquisas com mulheres sobre atitudes na hora do sexo, é muito comum elas dizerem que esperam mais romantismo da parte dos homens, mais calma e preliminares mais longas. Mas e os homens? Será que estão satisfeitos com o que suas parceiras lhes oferecem na cama?

Segundo enquete feita pela revista americana Cosmopolitan, 100 representantes do universo masculino também esperam mais iniciativa de das mulheres. Ao responderem à questão "Eu gostaria que minha vida sexual fosse mais…", 33% revelaram que esperam que a mulher seja espontânea e que os surpreenda pela manhã. Dr. Celso Marzano, urologista, sexólogo e terapeuta sexual, confirma a teoria e revela que neste período do dia, a testosterona, o principal hormônio sexual do homem, está mais elevada.

"Isto favorece a erotização do homem, que tem preferência por brincadeiras sexuais pela manhã ao acordar", diz o especialista que também é diretor do CEDES -SP (Centro de Orientação e Desenvolvimento da Sexualidade), professor universitário e autor do livro "O Prazer Secreto" (Edit Eden). "Um número cada vez maior de homens está se dando conta de que sente prazer em ser seduzido. Portanto, se mostrar excitada, sensível ao toque e acessível ao sexo agradará o parceiro. O sexo oral e a masturbação também serão bem recebidos como preliminares".

Na pesquisa, os homens disseram ser adeptos aos tapinhas, mas para Dr. Celso esses desejos não condizem com o perfil do nosso país, por conta do machismo. "O homem brasileiro gosta mais de bater, pois isto demonstra poder e dominação", argumenta. E aconselha: "Qualquer forma de sadomasoquismo, mesmo que leve, deve ter o aval prévio dos parceiros. A surpresa do sentir dor pode bloquear a resposta sexual de quem recebe, seja por medo ou por se sentir ofendido."

As donas de Sex Shop dizem que as mulheres são as que mais frequentam o local, sempre em busca de novidades para apimentar a relação. Os homens até gostam de brinquedinhos, mas 21% deles disseram na pesquisa que gostariam que suas parceiras se preocupassem em organizar o local escolhido para a relação sexual, com direito a velas e músicas para entrar no clima.

"Os homens gostam de ousadia na sexualidade, mas têm dificuldades em aceitar acessórios sexuais que possam substituí-lo como fonte do prazer. Aceitam tranquilamente óleos, cremes e fantasias, mas a maioria não aceita pênis artificiais, vibradores e acessórios de sadomasoquismo", diz o terapeuta. "Eu acho que a mulher deve usar a sua sabedoria para fazer com que o homem ache que sempre está dominando e decidindo como, onde e quando a relação sexual vai ocorrer. Esta posição de dominação vem de séculos nos relacionamentos heterossexuais", completa.

Uma maior frequência de relações sexuais também foi um dos desejos apontados pelos homens, mais precisamente por 23% deles. Entretanto, Dr. Celso Marzano lembra que para a maioria das mulheres só a vontade de fazer sexo não basta.


"O ato sexual para grande parte delas vem depois do envolvimento, da entrega e do vínculo afetivo. O carinho para as mulheres é o caminho para o sexo. O romance a faz relaxar, se entregar, deixando a química sexual acontecer. Ela quer ser a única, a primeira e a melhor para a parceria sexual. Mesmo quando ousadas, as mulheres são românticas", finaliza.

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente