Dia Internacional do Orgasmo!

O Dia Internacional do Orgasmo, comemorado em 31 de julho, foi criado na Inglaterra por redes de sex shops. Pesquisas feitas por essas lojas revelaram que 80% das mulheres inglesas não atingem o orgasmo em suas relações. As brasileiras não ficam longe. Estudo conduzido pelo projeto de Sexualidade da USP (Prosex) detectou que 50% das brasileiras têm falta de orgasmo; ausência de desejo; dificuldade de excitação.

Para muitas mulheres ele ainda é um mistério em pleno século XXI. Para outros, uma grande obsessão. Mas existe mesmo uma fórmula para se atingir o orgasmo? A resposta só você poderá descobrir.

O orgasmo é o ápice do prazer, o clímax da relação sexual. A sensação é tão intensa que até a origem da palavra orgasmo reflete sua manifestação corporal. Orgasmo deriva do grego orgasmos, que significa ferver de ardor.

Muitos fatores facilitam ou dificultam o entendimento sexual para que se atinja o orgasmo. A tensão e a ansiedade nesta busca exaustiva pelo orgasmo podem ter efeito contrário. Em vez de chegar mais perto do prazer, esses sentimentos a afastam cada vez mais, pois o orgasmo tem componentes físicos e psíquicos. Corpo e mente devem funcionar juntos em sintonia, para se alcançar o objetivo final. Não existe um “manual do orgasmo”, pois cada mulher é única e tem seu próprio jeito de sentir prazer.

Algumas mulheres ainda acham que é preciso haver penetração para que possam chegar ao orgasmo, o que não é verdade. Quando uma mulher não consegue ter orgasmos, o primeiro passo é ensiná-la a tê-los sozinha. Se você ainda não sentiu um e quer experimentar, a seguir estão algumas dicas que poderão ajudá-la:

- Esteja confortável com o seu corpo. Isto é muito importante!!! Se você não estiver satisfeita com o seu corpo e preocupada se o seu parceiro irá reparar na celulite ou na barriguinha, você não conseguirá se soltar;

- Conheça cada centímetro do seu corpo e não tenha vergonha dele;

- Aprenda a se tocar. Vá bem devagar, deixe que seus dedos percorram todo o seu corpo. Preste atenção as sensações que os toques lhe trazem, veja qual é o toque que mais a agrada e qual deles vai disparar a excitação.

- Depois de se tocar com as mãos, você pode experimentar as sensações de um vibrador. Não precisa ser um vibrador em formato de pênis. Existem vibradores excelentes, que ajudarão você a se descobrir;

- Visualize situações que você gostaria de viver. Entre em um clima de excitação, criando ao se tocar, uma cena em sua cabeça.

INIMIGOS DO ORGASMO

- Estresse, cansaço e depressão;

- Problemas pessoais e profissionais;

- Baixa auto-estima;

- Falta de sintonia entre você e seu parceiro;

- Monotonia e falta de criatividade;

- Infidelidade: a mulher que suspeita estar sendo traída não consegue responder adequadamente na cama;

- Pressa: “A pressa é inimiga do prazer”;

- Efeito colateral de medicamentos.

Aproveite o dia do orgasmo, para conversar mais sobre o assunto com suas amigas e até mesmo com o seu parceiro. Mas lembre-se: não há regras. O orgasmo acontece de um jeito diferente para cada mulher, e essa possibilidade não deve se tornar mais um motivo de cobrança.

Boa sorte e aproveite esse dia!

Fátima Mourah é “Personal Sexy Trainer”, professora de artes sensuais e autora dos livros “Sexo pra mulheres casadas” e “Sexo, amor e sedução”. Dá palestras e cursos de striptease, pompoarismo, pole dancing, como atingir o orgasmo e massagem erótica.

Comente