Conar alega que campanha da Duloren deprecia mulheres

conarcampanhamasturbação

Foto - Divulgação

A Duloren estrelou uma campanha para o Dia dos Namorados que não foi bem vista pelo Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária). O anúncio da marca de lingerie fazia apologia à masturbação feminina.

Para o órgão, a notificação ocorreu por acreditar que o anúncio deprecia as mulheres. Já a Duloren achou que tal atitude do Conar foi um retrocesso, afinal, o tema já está presente cotidiano. Além disso, vários estudos mostram que a masturbação oferece benefícios para as mulheres e pode ser uma maneira mais fácil de conhecer seu corpo e explorar o prazer, o que é benéfico também para o relacionamento a dois.

"É no mínimo curioso o tabu em torno deste assunto em um momento de luta pela legitimação das relações homossexuais, por exemplo, e essa notificação soa como um retrocesso", disse a empresa em nota.

E você, acha a campanha um exagero? Masturbação feminina ainda é um tabu?


Por Helena Dias

Comente