Chá de lingerie com direito Kama Sutra

Brincadeiras e conversar sobre sexo apimentam o ch

Decoração. Foto: divulgação.

Panelas, peneiras e espremedores de laranja têm se tornado presentes cada vez mais incomuns nos chás que marcam a despedida de solteira das noivas. Em um mundo repleto de mulheres cada vez mais independentes e modernas, a tendência agora é reunir as amigas para falar de sexo e ganhar lingeries.

Pessoas atentas a essas mudanças estão apostando em serviços diferenciados para atender a essa demanda de noivas descoladas. Umas dessas pessoas é a artista plástica Suppa. Ela firmou uma parceria com uma amiga, a atriz Lara Córdulla, e criou o projeto "Kama Sutra Como Desculpa".

O projeto corresponde a um pocket show criado para compartilhar com a anfitriã e as convidadas histórias que tenha como pano de fundo o milenar livro Kama Sutra. Tudo de maneira bem-humorada. "As mulheres adoram falar de sexo. Desde a irmã mais nova da noiva, passando pela mãe e também pela avó. As reuniões são bastante divertidas. Qualquer frase que você fala vira uma história", disse Suppa.

A artista plástica entrou nessa por acaso há cerca de três meses. Amiga do ex-nadador Gustavo Borges e da mulher dele, Suppa atendeu ao pedido para dar uma inovada no chá de despedida de solteira de uma parenta do casal. O jeito foi dar uma palestra sobre o Kama Sutra e fazer algumas brincadeiras. Deu muito certo. "O pessoal adorou e devido ao boca a boca, já atendi a três solicitações", contou a artista.

No ano passado, Suppa fez uma releitura das posições sexuais propostas pelo Kama Sutra, o "Kama Sutra no Olhar de Suppa". Como precisou ler o livro até o final, descobriu que os sete capítulos do livro indiano, apesar de muito machistas, não falam apenas de posições sexuais, mas dão dicas de relacionamento e é um ótimo manual para quem vai trocar alianças. "São poucas as mulheres que leram esse livro inteiro. Por isso, a palestra que faço desmistifica o ‘Kama Sutra’ e ainda abre espaço para elas trocarem experiências sobre o assunto", afirmou.

O evento é repleto de improvisos, uma vez que todas as mulheres presentes interagem com a dupla. Além do pocket-show, que corresponde à palestra, Lara e Suppa fazem brincadeiras. Uma delas é pedir para as mulheres escreverem as fantasias sexuais que desejam realizar (ou que já realizaram) para que todas possam saber os resultados ou discutir a viabilidade da prática. "Também podemos gravar um vídeo com o noivo e fazer perguntas para ele. Aí no dia do chá repetimos as perguntas para a noiva e ela tem que acertar", contou Suppa.

A pedido da noiva, a dupla pode ainda confeccionar os convites, levar um bolo enfeitado por Suppa ou ainda decorar o ambiente com cortinas temáticas e quadrinhos com imagens das posições do Kama Sutra. Entre as lembranças para as participantes estão calcinhas, o livro "Kama Sutra no Olhar de Suppa", camisetas que relacionam o sexo e os signos do zodíaco e caixa para guardar brinquedinhos secretos, chamada "Ma Boîte à Secrets".

Brincadeiras e conversar sobre sexo apimentam o ch

Bolo decorado. Foto: divulgação.

O preço do serviço varia de acordo com o número de mulheres participantes. "A palestra custa R$ 1.500,00 e dura cerca de uma hora. E ainda podemos fazer um pacote incluindo as brincadeiras, a decoração e as lembrancinhas", declarou Suppa.


Para quem ainda não aderiu à ideia de trocar o chá de cozinha pelo de lingerie, Suppa sugere: "Você pode pedir às suas amigas os itens de cozinha e contratar nossa palestra para dar uma quebrada", completa.

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente