Cartão para alertar sobre a possibilidade de DST

Cartão para alertar sobre a possibilidade de DST

Divulgação

Doenças sexualmente transmissíveis ainda são um tabu para muita gente. Até por isso, algumas pessoas quando descobrem que tem alguma doença desse tipo acabam não tendo coragem de contar para o seu parceiro, o que faz com que essas doenças sejam cada vez mais espalhadas. Com o objetivo de alertar a população e interromper a transmissão, o Ministério da Saúde criou a campanha "Muito prazer, sexo sem DST".

A idéia é que a pessoa avise seu, ou seus, parceiros com um cartão anônimo via internet que vem com a seguinte mensagem "Oi! Não sei se essa é a melhor forma de dizer, mas descobri que tenho uma DST. Fui numa Unidade de Saúde, procurei um médico e já estou me tratando. Acho que você deveria fazer o mesmo".

A assessora técnica da unidade de DST do Ministério da Saúde, Emilia Jalil, explica que a idéia da campanha surgiu após uma pesquisa que mostrou que mais de 10 milhões de brasileiros já tiveram algum sintoma de DST e a maioria não buscou tratamento.

" Para interromper a transmissão as pessoas precisam ser informadas. Muita gente ainda tem receio de se tratar e de contar porque essa é uma situação que gera preconceito e tem um impacto muito grande na vida pessoal."

De acordo com Emília, a campanha está tendo uma ótima aceitação, nos primeiros 15 dias de campanha o site já teve 17 mil acessos vindos de mais de 100 países.


Confira o site da campanha: www.aids.gov.br/muitoprazer.

Por Larissa Alvarez

Comente