Campanha indiana ironiza a culpa da mulher no estupro

vídeoestupro

Foto/reprodução: All India Bakchod/Youtube

Um vídeo feito por humoristas indianos que fala sobre estupro está dando o que falar. A campanha aborda de forma bastante irônica a opinião odiável de certos conservadores ao afirmarem que o estupro é culpa da mulher, ou seja, da vítima.

O vídeo "It’s your fault" já teve mais de dois milhões de visualizações no Youtube em menos de um mês e foi uma espécie de resposta a um fato ocorrido na Índia no ano passado, onde uma estudante foi morta em decorrência de um estupro feito por vários homens dentro de um ônibus. O acontecimento causou uma onda de protestos na Índia, mas algumas pessoas culparam a jovem.

No vídeo, duas indianas sorridentes explicam que tipo de atitude feminina motiva os homens a estuprarem. "Sejamos sinceras, meninas, os estupros são culpa nossa. Estudos científicos sugerem que as mulheres que usam saia são a principal causa de estupro. Sabe por quê? Porque homens têm olhos", ironiza uma das atrizes.

O coletivo de atores do All India Bakchod decidiu usar o humor para falar de um assunto sério, pois acreditam que assim o vídeo chamaria mais atenção, embora houvesse o receio de não serem compreendidos por conta da ironia.

Durante o vídeo eles também citam o nome de "Bhaya", que para quem não mora na Índia pode não entender em um primeiro momento. É que no país vive um guru chamado Asaram Bapu, que fez uma declaração sobre a tragédia com a jovem. Ele disse na ocasião que a vítima também teve culpa, já que em vez de resistir, deveria ter rezado para Deus e pedido aos estupradores, chamando-os de "Bhaya" (irmão), que a deixassem em paz. O vídeo, que parodia a declaração do guru, mostra uma das atrizes sendo atacada por vários homens e consegue se livrar do estupro por ter pronunciado a palavra "Bhaya".

A polícia também não escapou da paródia no vídeo, acusada em várias ocasiões de incompetente e insensível diante das agressões sexuais.


Essa é mais uma iniciativa de pessoas que lutam contra a força opressora do machismo presente no mundo todo, tanto em relação às atitudes injustificáveis dos estupradores quanto aos pensamentos enraizados na sociedade de que a culpa em relação ao ato é da vítima. O vídeo é legendado, vale a pena assistir e compartilhar, no intuito de combater o estupro e o machismo que deriva ao ódio e à injustiça contra a vida das mulheres.

Por Jessica Moraes

Comente