Amor de micareta resiste? Esse casal prova que sim

Você pode encontrar o amor da sua vida nas noites de agito e azaração
amor de micareta

foto: Aline Melo Brentegani

Você não acredita em amor de carnaval? Pra quem acha que o efeito da flechinha do cupido é temporário e que a paixão só dura enquanto o trio elétrico estiver tocando, precisa conhecer histórias reais de casais que mantiveram o relacionamento por muitos e muitos carnavais!

É o caso da Aline Melo e do Rodrigo Brentegani. Ela de São Caetano, ele de Santos. Só foram se conhecer no carnaval de Salvador, em 2007. Pintou aquele interesse mútuo, todo aquele clima de paquera, quando finalmente rolou o beijo durante o bloco da Banda Eva, com o Saulo Fernandes cantando ao fundo. 


“Foi coisa de cinema. O mundo parou, o trio silenciou, foi demais! Passamos o resto do carnaval juntos. Confesso que quando o carnaval terminou, eu achei que a relação não fosse evoluir. Tava meio desacreditada nos relacionamentos. Mas convidei o Rodrigo para ir numa exposição em São Paulo. Ele veio e daí para frente não desgrudamos nunca mais”, emociona-se Aline.

amor de micareta

foto reprodução: Aline Melo Brentegani/Vivo Em Santos e Adoro

E eles não desgrudaram mesmo! Três anos depois eles se casaram. Aline se mudou para Santos e, em 2014, a Isabela, filha do casal, veio para concretizar essa linda história de amor (de carnaval).

Por isso você leitora que está solteira, não desanime! O amor pode acontecer numa micareta, numa fila de banco, num aplicativo de celular... quando ele tem que ser, nada o impede!

Por Jessica Moraes

Comente

Assuntos relacionados: relacionamentos