A Magia do Kama Sutra - Cap. II

Na coluna da semana passada, falamos sobre a magia do Kama Sutra. Hoje, continuaremos a explorar o assunto.

O poder das unhas - Os antigos conselheiros sexuais da índia acreditavam no poder das unhas. O kama sutra considera as unhas uma arma útil no arsenal da amante. Dentre os momentos considerados melhores para arranhar está aquele em que ambos os parceiros estão absortos pelo desejo.

Os arranhões leves e superficiais objetivam produzir um tremor gostoso na pessoa. Você pode arranhar com movimentos leves as costas, as coxas, as nádegas e o peito do homem. O uso das unhas para expressar paixão durante o ato amoroso, segundo o kama sutra, deveria se restringir àqueles que sentem prazer com isso.

Mordida - O kama sutra lista vários tipos de mordidas. Morder é parte vital do repertório do amante. As mordidas que descreve vão de alegres e provocantes beliscos, passando por prolongadas sucções que deixam marcas, até as mordidas mais fortes no auge da paixão.

Oito tipos de mordidas ritualizadas são descritas no kama sutra, como a mordida do javali, a mordida oculta, a mordida intumescida, a mordida do ponto, a mordida da linha de pontos, a mordida “A linha de jóias”, a mordida “A nuvem rompida” e a mordida “O coral e a jóia”, a mais famosa, que é dada unindo-se dentes e lábios. O lábio é o coral e os dentes é a jóia.

Felação - O kama sutra descreve a felação, que é chamada de Auparishtaka ou (relação oral) como uma atividade predominantemente praticada por eunucos em seus senhores. Hoje em dia a maioria dos casais heterossexuais acham esta prática bastante excitante. Quando começar a fazer felação (sexo oral no homem) no seu parceiro, segure a base do pênis com uma das mãos e depois, usando a ponta da língua, lamba repetidamente para cima. Vá lambendo lenta e sensualmente, primeiro de um lado e depois do outro, como se fosse um sorvete de casquinha.

A pincelada da borboleta - Quando tentar pela primeira vez, você pode precisar segurar a base do pênis. Pincelar levemente com a língua ao longo da crista, sob o pênis do seu parceiro. O seu parceiro fica em pé e você ajoelhada.

A união do corvo - A técnica de sexo oral que o kama sutra chama de “união do corvo” é a clássica posição sexual 69, no qual os parceiros simultaneamente fazem sexo oral. Aumente o prazer dele variando a ação da língua e lábios. Para controlar a entrada do pênis em sua boca, enlace-o com ambas as mãos antes de o beijar, lamber ou chupar. A glande é a parte mais sensível do pênis.

Aproveite todo esse conhecimento milenar e enriqueça a sua vida sexual. Semana que vem voltamos a nos encontrar ! Até lá!

Fátima Mourah é “Personal Sexy Trainer”, professora de artes sensuais e autora dos livros “Sexo pra mulheres casadas” e “Sexo, amor e sedução”. Dá palestras e cursos de striptease, pompoarismo, pole dancing, como atingir o orgasmo e massagem erótica.

Comente