6 fatores de risco que levam à traição

Personalidade, histórico e até idade e gênero podem influenciar comportamento
fatores de risco traição

foto: Shutterstock

A traição, embora seja condenada pela maioria da população, ainda é um comportamento comum. Cada um tem seus reais motivos – embora muitas vezes considerados injustificáveis –, cada caso é um caso. Seja insatisfação sexual ou emocional com o companheiro até (principalmente na parte das mulheres) uma certa vingancinha. Por parte dos homens, o tal “instinto”, mesmo.


Mas para fugir das desculpas “óbvias” alguns estudos de comportamento trouxeram outros fatores de risco que levam as pessoas a trair.Quer ver só um exemplo curioso? Um estudo afirma que pessoas com 29, 39 ou 49 anos, por exemplo, que estão a completar uma idade redonda, são mais propensas a trair. Então imagine você estar num relacionamento longo, onde a cada ciclo de 10 anos você corre o risco de ser infiel/traído.

Idade

De acordo com outra pesquisa, pessoas de meia-idade, entre 35 e 50 anos, são menos propensas a trair, pois  estão mais preocupadas com a carreira e a educação dos filhos, ou seja, menos tempo e menos energia para a infidelidade. Portanto, as chances são maiores com pessoas mais jovem ou mais velho, fora dessa faixa etária.

Gênero

Pra muita gente pode não ser novidade, mas os estudiosos reiteram: homens são mais propensos a trair. Segundo os pesquisadores, a testosterona é mesmo um fator de risco. Mas calma lá. As mulheres hoje estão mais infiéis que antes. Em comparação com as gerações anteriores, as mulheres hoje têm mais opções, mais poder e mais renda disponível. Mas eles costumam trair por razões diferentes: no geral, os homens traem porque estão insatisfeitos sexualmente. As mulheres, por sua vez, porque estão insatisfeitas emocionalmente. 

Insatisfação 

Segundo pesquisas, infidelidade e insatisfação estão ligadas: você pode trair porque está infeliz no relacionamento, mas trair pode fazê-lo ainda mais infeliz. Pessoas satisfeitas com o casamento e o sexo não são tão suscetíveis à traição.

Histórico

E se seus pais foram infiéis? Você pode herdar um traço de personalidade, como uma propensão para assumir riscos, incluindo a infidelidade. Ou se os seus pais foram enganados, você pode acreditar que a infidelidade é norma. 

Oportunidade

Alguns pesquisadores chamam esse risco de "ambiental". Passar longas horas em um local de trabalho e viajar frequentemente sem o par podem gerar um risco ainda maior para a infidelidade. A progressão na carreira também pode colocar o relacionamento à prova, já que a pessoa tem mais oportunidades.

Personalidade

Há dois traços de personalidade que mostram propensão à traição: pessoas pouco afáveis (que não se preocupam com os sentimentos dos outros) e pessoas pouco conscientes (que não conseguem manter uma autodisciplina).

Outros traços de personalidade podem indicar características de uma pessoa que pode ser infiel. Pessoas muito narcisistas, ou que estão sempre em busca de novas experiências e sensações, além daquelas que tem fobia de compromisso sério.

Por Jessica Moraes

Comente

Assuntos relacionados: traição