Barreado Especial

O Barreado é uma festa! O seu modo de ser preparado, lento, proporciona um bela reunião com os amigos. A sua origem é remota: 200 anos. Era o prato único consumido na festa do entrudo, que antecediam o carnaval, celebradas pelos caboclos da Serra do Mar paranaense. Você deve começar a preparar 24 horas antes de servir.

Rendimento

20 porções

Ingredientes

  • 5 kg de paleta bovina
  • 1 kg de tomate sem pele(s), sem sementes
  • 1 kg de cebola
  • 3 talo(s) de salsão picado(s)
  • 3 talo(s) de alho-poró picado(s)
  • 3 maço(s) de cheiro-verde picado(s)
  • 500 gr de bacon fatiado(s)
  • 1 colher(es) (sopa) de cominho
  • 1 colher(es) (sopa) de orégano
  • 5 colher(es) (sopa) de sal
  • 3 colher(es) (sopa) de extrato de tomates
  • 5 folha(s) de louro
  • 1 cabeça(s) de alho moída(s)
  • quanto baste de noz-moscada
  • 4 colher(es) (sopa) de vinagre branco
  • 3 unidade(s) de folha de bananeira pequena(s)
  • 1 kg de farinha de mandioca crua

Modo de preparo

Comece a preparar 24 horas antes de servir. Corte a carne no sentido do comprimento das fibras em tiras de 12 cm com 4 cm de largura e 2cm de altura. Ponha as tiras numa tigela e reserve. Em outra tigela, misture os tomates, as cebolas, o salsão, o alho-poró e o cheiro-verde, todos picados. Reserve. Forre o fundo de uma panela de barro esmaltado com uma camada fina de bacon fatiado. Cubra com uma camada dos temperos picados e outra de tiras de carne. Repita até preencher 3/4 da panela. Regue com os caldos que ficaram nas tigelas da carne e dos temperos picados, polvilhe com o cominho, o orégano, o sal e a noz-moscada ralada. Espalhe de maneira uniforme o extrato de tomate misturado com o alho moído, as folhas de louro, regue com vinagre e cubra com as folhas de louro, regue com vinagre e cubra com as folhas de bananeira recortadas em círculos um pouco maiores que a boca da panela. Tampe a panela e leve-a ao fogo brando. Numa tigela, misture metade da farinha de mandioca com água fria suficiente para fazer uma massa que dê para enrolar. Pegue porções da massa e lacre (barreie) toda a volta da panela com a tampa, para que o vapor não escape. Refaça o lacre toda vez que a massa secar, rachar e o vapor escapar. Deixe cozinhando por no mínimo 18 horas em fogo muito baixo.

Notas: - Tradicionalmente o barreado é feito em fogão a lenha, mas, quando preparado em fogão a gás, deve ser cozido em fogo brando, com uma chapa de ferro ou alumínio entre a chama e a panela. - Como a panela está lacrada, o aroma forte exalado após 18 horas de cozimento é a única forma de saber se o barreado está quase no ponto. Dependendo do fogo o barreado estará pronto para ser consumido após 16 ou 24 horas de cozimento. - Apague o fogo após abrir o lacre da panela, mas deixe a chapa sempre quente para reaquecer o barreado; não é preciso "barrear" novamente a tampa. - Se quiser, acompanhe com farofa, laranja-pêra e um pirão feito com o próprio caldo, não esquecendo de uma cachaça fina de banana com aperitivo. Na falta desta sirva caipirinha e acompanhe com cerveja e vinho. Receita do livro "Viagem Gastronômica Através do Brasil" de Caloca Fernandes.

Receita originalmente do CyberCook.com.br

Comente