Vinhos Zanchetta e uma história de amor

Vinhos Zanchetta e uma história de amor

Foto: divulgação

Uma das bebidas mais apreciadas do mundo é certamente o vinho. Além de fazer bem quando consumido com moderação, representa o charme e o romantismo. E por falar nisso, a história do Vinho Zanchetta é bem interessante.

Quem conta essa aventura é José Augusto Zanchetta: "tudo começou com a vinda do único imigrante de São José dos Pinhais, Benjamino Zanchetta, meu tataranôno, em 1878. Ele era apaixonado por Maria Palú que veio com a família para o Brasil".

Mesmo sem a aceitação dos familiares da moça, Benjamino embarcou no navio aos 25 anos de idade atrás de seu amor. Meses depois, casou-se com Maria. Tiveram muitos filhos, sendo que um deles, José Zanchetta (bisnôno de José Augusto), morou e constituiu família na Campina do Taquaral.

No Brasil, o início da produção do vinho foi rápida, haja vista que na Itália já tinham como principais culturas uva, vinho e milho. No começo parte do que era produzido era para consumo e parte para venda.

leia também


Por Lívany Salles

Comente

Assuntos relacionados: culinária gastronomia amor sabor vinho cozinha