Sementes na cozinha

[img=1]

As sementes são empregadas em vários tipos de culinária. Seja pelos seus benefícios à saúde, como é o caso da linhaça, ou para acrescentar mais sabor. Papoulas estão na cozinha japonesa assim como o gergelim nos pratos judaicos. Já os molhos não são os mesmos sem essas pequenas delícias. Por isso, quando você for ao supermercado, pegue um pouco de cada e experimente usá-las nas receitas. Veja algumas.

Linhaça - a sementinha é conhecida por regularizar o funcionamento do intestino em virtude das suas fibras. Triturá-las no liquidificador é ótima uma maneira de aproveitar todos os seus benefícios. A linhaça pode ser usada em bolos, tortas ou ainda misturadas com frutas, iogurtes e vitaminas no café da manhã. Receita: Bolo de Gengibre com Linhaça

Papoula - são misturadas em massas de pães ou ainda polvilhadas na superfície de bagels, bolos, biscoitos e compotas. Usadas no preparo de cremes e sorvetes ainda servem para condimentar saladas. Na cozinha indiana são aproveitadas para engrossar sopas e dar sabor especial ao caril. Receita: Tagliatelle de Papoula

Gergelim - seu óleo é muito usado na cozinha oriental. Muito empregado na cozinha judaica, o gergelim pode ser encontrado em grãos, com casca ou descascados, inteiros ou moídos, ou ainda em pasta (manteiga de gergelim). Usado em pães, bolos e doces. Uma boa maneira de empregar suas sementes no dia-a-dia é misturar algumas delas na hora de refogar o arroz ou quando o mesmo estiver pronto. O sabor irá ficar semelhante ao do arroz com amêndoas. Receita: Bagels

Mostarda - as brancas ou pretas são usadas em ensopados, picles, batatas sauté, salsichas e assados. Em pó combinam com maionese, molhos para saladas ou carnes. Use com moderação, pois escondem o sabor dos alimentos. Batatas com alecrim e mostarda

Por Juliana Lopes

Comente