Receitas Afrodisíacas

Fotos Helena de Castro

Que os alimentos afrodisíacos podem dar um empurrãozinho no desempenho sexual, isso todo mundo sabe. Difícil é encontrar um cardápio que saiba dosar esses ingredientes de forma saudável e saborosa. Pensando nessa idéia, o chef Allan Vila Espejo, elaborou vários menus para o Dia dos Namorados reunidos no livro “Comer fez o homem” (Editora Melhoramentos).

“Pensei em receitas simples, atrativas e que não fossem pesadas, pois se trata de um jantar. Usei carnes, peixes, saladas e massas fáceis de serem executadas, para aqueles sem muita experiência”, explica o chef.

Nas preliminares, Allan indica uma saladinha à base de Bifun, o macarrão japonês branquinho. A receita mistura camarão, coentro e gengibre ralado, considerado um ótimo estimulante sexual e usado por Madame du Barry, cortesã francesa do século XVIII, para estimular os seus amantes.

As ostras são outro famoso afrodisíaco cheio de história. Conforme o livro, que recebeu a colaboração da nutricionista Sheila Pasquerelli e da farmacêutica-bioquímica Anna Maria Buehler, diz à lenda que Afrodite, deusa grega do Amor, brotou do mar na concha de uma ostra e logo deu à luz Eros, representando fertilidade.

O fruto do mar é empregado na receita Espaguete Levita, deliciosa e simples preparação que também leva aspargos. “Os pratos não demoram mais de 40 minutos para serem feitos, tempo necessário para quem vai fazer no final do dia”, acrescenta Allan.

Para aqueles que gostam de caprichar na apresentação, uma boa opção é usar coco ou minimorangas que servem de base para combinações de camarão. As duas receitas misturam pimentas e amendoim. Os indianos recomendam o consumo diário de um copo de leite com seis pimentas pretas, e quatro amêndoas esmagadas, um tônico para o sistema nervoso e revigorante sexual. Já o amendoim reforça as energias e aumenta o pique dos homens.

Se o casal adora inovar nos sabores, uma boa pedida é o Risoto da Paixão, preparado com morangos. E para finalizar a noite, o prático Carpaccio de Abacaxi, com cravo-da-índia.

O alimento não só um afrodisíaco natural, mas também ótimo para combater o cansaço mental e a perda de memória. Ele faz parte do grupo com sustâncias saudáveis, o que melhora a libido e o desempenho. É classificado dessa forma conforme os princípios da Farmacosexologia, a qual classifica os ingredientes como afrodisíaco levando em consideração fatores culturais e científicos.

Por Juliana Lopes

Comente