Limão também é doce

O limão também é doce

A expressão "amargo como limão" é bem conhecida. Mas há quem defenda uma outra tese, de que a fruta é bem doce em diversos aspectos, principalmente, para a saúde. Segundo a química Conceição Trucom, que escreve sobre alimentação saudável em seu site, "o limão é a mais cítrica das as frutas da sua família: é o pai de todas".

Porém, segundo a pesquisadora, apesar de sua fama de amargo, o limão tem poder alcalinizante, mineralizante e bactericida, entre outras funções. "O poder do limão de alcalinizar todos os líquidos corporais, e assim harmonizar todo o metabolismo do organismo humano, lhe confere possibilidade de 'inteligência' e 'moderação' na comunicação celular", explica.

Além disso, em cada refeição é preciso equilibrar os sabores. Dessa forma, devemos ter doçura, salinidade, acidez e adstringência na harmonização de cada prato. Em seu site, Conceição disponibiliza uma lista com exemplos de composições que podem ser montadas usando esses quatro elementos:

Doçura: vegetais doces como cenoura, beterraba, tomate-cereja e pimetão. Frutas frescas, frutas secas, erva-doce e hortelã.

Salgados: sal marinho, missô, azeitonas e algas marinhas.

Acidez: limão, laranjas ácidas, tangerinas e pomelo. Tamarindo, maracujá e fermentados como o chucrute e o vegikraut.

Adstringente: sementes germinadas (linhaça, girassol, gergelim, etc.), óleos prensados a frio (coco, linhaça, azeite), azeitonas, abacate e polpa do coco.

Picante: gengibre, agrião, rabanete, nabo, alho, nirá e pimentas em geral.

Amargo: giló, berinjela, cascas das frutas cítricas (limão e laranja), couves, manjericão e orégano.

Por Lívany Salles

Comente

Assuntos relacionados: culinária gastronomia sabor doce limão citrico