Harmonização de Cervejas

Fins de semana, em geral, não são os mesmos sem um copo da "loura gelada". Com presença garantida nas mesas de botecos, são a combinação perfeita para qualquer tipo de petisco, salgadinho ou acepipe.

Atualmente, a cerveja começa a ser harmonizada com pratos mais elaborados. Peixes e frutos do mar, por exemplo, ficam ainda melhores com o tipo Pilsen, que pertence a família Lager (com baixa fermentação e mais suaves, portanto, com menos complexidade de aromas e sabores).

Já as cervejas fortes, encorpadas e amargas (minhas favoritas, diga-se de passagem) combinam com carnes de molhos intensos. Os alimentos mais gordurosos requerem aquelas com alto teor alcoólico e as entradinhas, incluindo as saladas, ficam ótimas com o tipo Lust, fabricada a partir do mesmo processo da champanhe.

Em Santos, minha terra, uma vez existiu a Kneipe Cervejaria, cujo proprietário (e meu amigo), o advogado César Luiz de Lorenzo Martins, ensinou-me tudo o que sei sobre cervejas. Seguem algumas dicas, para homens e mulheres, de como tirar o maior proveito dessas magníficas "louras" (e "morenas"):

- Analise a cor, transparência e duração da espuma.

- Teste seu olfato, girando o copo para que a cerveja libere mais aromas. Observe que os mesmos permanecem no copo mesmo depois da bebida terminar.

- Beba aos poucos, permitindo que a cerveja toque o céu da boca. Depois disso absorva um pouco de ar, dessa forma a cerveja se abre completamente.

Grande abraço!

Colunista do Vila Sabor, o Chef Rodrigo Anunciato é formado em gastronomia pelo Senac e professor titular da Faculdade de Gastronomia da UniSantos.

Comente