Finger food: pequenas e deliciosas porções

Finger food pequenas e deliciosas porções

Foto Wrap Peruano/ Divulgação Wraps e Camarão no Coco/ Chef Allan

Casamentos e festas mais descoladas já aderiram ao "finger food", ou seja, alimentos que são comidos com as mãos mesmo. Essa moda na gastronomia veio para ficar e sem dúvida é uma ótima opção para quem vai receber os amigos em casa.

Várias vantagens fazem você optar por esse conceito. Uma delas é a de oferecer vários sabores em uma refeição. Basta usar molhos variados. Os pratos principais são transformados em porções menores degustadas de uma vez só. É nessa hora que entra a criatividade. Vale fazer jantares temáticos, com comidinhas japonesas (hossomakis e uramakis), ou usar delícias da cozinha mexicana, nachos ou tortillas.

Também dá para adaptar alguns utensílios que se tem em casa, entre eles, pequenas tigelas, colherinhas ou mesmo potinhos de plástico próprios para isso que não custam muito caro.

Faca e garfo são pouco usados. "O que auxilia na hora de comer são guardanapos, palinetes, colheres grandes, copinhos, cumbuquinhas, tacinhas e até outros alimentos com a função de base", diz a banqueteira Monica Dajcz. O melhor dessa história é que você no final de tudo você não tem uma pilha de louça te esperando.

A expressão "finger food" tornou-se conhecida quando a atriz inglesa Joan Collins começou a exigir aperitivos pequenos para comer com a ponta dos dedos. O motivo: não borrar o batom.

Opções de receitas no conceito "finger food":

Canapé de pêras com gorgonzolaBolinho de salmão defumadoCamarão na mini-abóboraQuiche de QueijoRamequim de MilhoRollWrap Peruano

Por Juliana Lopes

Comente