Festas em casa

festa em casa

Foto: Corbis

A moda começou há alguns anos: a pessoa vai fazer aniversário e, como mora sozinha e/ou está com o orçamento apertado, não tem "infra" montada para receber os amigos, acaba convidando a todos para sua festa no " bar x ", que abriu agora, etc".

A idéia parece ótima. Mas, em minha opinião, é daquelas falsas boas idéias. Para começar que o convite, na verdade é só da boca para fora uma vez que cada um paga a sua conta no tal bar. Aí, o pobre convidado tem que arcar com a despesa do que consumiu (e, às vezes, até do que não consumiu) e também com o custo do presente do aniversariante (não, não dá para chegar de mãos abanando) nem que seja contribuindo para a vaquinha do "pessoal do escritório"…

Ah, mas em bares é tão mais divertido…! Não sei para quem. Quando a festa rola em uma danceteria, ninguém conversa - é preciso que seja um local muito especial que permita alternar períodos de descanso e papo com dança e música alta. E, quando é num bar, ninguém sai da cadeira - afinal é difícil levantar da mesa, circular e voltar. Muitas vezes o espaço exíguo e o movimento do local não permite… A diversão portanto fica bem mais limitada, até mesmo para o aniversariante, que não pode dar a atenção que gostaria a todos.

Vantagens de receber na sua casa: começa pelo conforto, por menor que seja o seu espaço, será sempre mais simpático do que exilar seus amigos aos duros e gelados assentos de cadeirinhas de bar. Eles poderão se movimentar, conversar melhor uns com os outros e você também. Sem falar na privacidade, muito maior, ideal para comemorar uma data como essa.

Mas o que é que eu vou servir? Pense assim: quais são as opções fora de casa? Primeiro do que beber: água, cerveja, vinho, refrigerantes, uísque e vodka. Se você tiver isso em casa - e muito gelo - a festa já será um sucesso. Se você não tiver, peça que tragam. Não é feio: os americanos fazem isso o tempo todo. E, se ainda ficar sem jeito, diga que é para nem pensarem em trazer presente, que esse já é um super presente.

Para comer: Algumas sugestões simples e baratas: uma mesma massa com vários molhos diferentes (é possível comprar os molhos prontos). Vários tipos de tortas: de frango, palmito, queijo…Vários tipos de saladas e frios com cestas de pães para quem quiser fazer sanduíche, sanduíche de metro e por aí vai…

Uma festa em casa é muito mais divertida, ponha-se no lugar de seus amigos: do que é que você gostaria mais: de encontrá-los por duas horinhas em volta da mesa do bar para um papinho na base do oba oba, ou de ir até a casa do aniversariante, interagir com o resto da turma ajudando a tornar a noite especial e poder trocar idéias e risadas madrugada adentro?

Jornalista, escritora e palestrante, Claudia Matarazzo é autora de vários livros sobre etiqueta e comportamento: "Visual, uma questão pessoal", "Negócios Negócios - Etiqueta faz parte", "Amante Elegante - Um Guia de Etiqueta a Dois", "Casamento sem Frescura", "net.com.classe", "Beleza 10", "Case e Arrase - um guia para seu grande dia", "Gafe não é Pecado" e "Etiqueta sem Frescura"

Comente