Energéticos e bebidas alcoólicas - mistura perigosa

Energéticos e bebidas alcoólicas  mistura perigosa

Foto Divulgação Revista Galileu

Em dias quentes, como no verão, é comum as pessoas consumirem energéticos, pois além de matar a sede ainda dá mais disposição. O problema é quando esse consumo se torna um hábito e passa a substituir até mesmo a água.

E se o excesso faz mal, pior ainda é misturá-lo com alguma bebida alcoólica. Especialistas dizem que a mistura pode aumentar o risco de arritmias cardíacas. Além de aumentar a sensação de bem estar promovida pelo álcool, os energéticos diminuem a percepção do estado de embriaguez.

Médicos alertam que o consumo incorreto dos energéticos pode causar doenças no fígado, enxaquecas e até tumores cerebrais. Segundo cardiologistas, o ideal é consumir a bebida em situações adequadas como, por exemplo, aliviar o estresse e cansaço de um dia mais tenso no trabalho ou quando precisar estudar até tarde. Mas, nunca pratique exercícios físicos ao ingerir a bebida, pois ela acelera os batimentos cardíacos.

O excesso de consumo pode levar ainda a dependência, insônia, e em ultimo caso, a reações como náuseas, vomito, diarréia, ou tremores.

Por Livany Salles

Comente