Direto do Inverno japonês!

É de lá que vem o Sukiyaki, um dos pratos mais saborosos da gastronomia japonesa. Em outra postagem minha, eu comentei que as delícias nipônicas vão muito além do sushi e do sashimi. Este prato, por exemplo, é extremamente saboroso, ajuda a combater o frio e é completamente cozido, contrariando aqueles que acreditam que no Japão toda a comida seja crua.

O prato Sukiyaki tem origem camponesa, datada na era medieval japonesa. A palavra Sukiyaki é uma palavra composta, Suki significa rastelo e Yaki significa assar, deste modo, sukiyaki significa assar com rastelo.

Hoje sofisticado e tradicional, o Sukiyakisurgiu com os camponeses assando batatas-doces diretamente no fogo com o auxílio do rastelo japonês que, com seu formato peculiar, facilitava este processo de cocção, facilitando a vida dos camponeses, evitando que eles tivessem que levar utensílios de cozinha mais pesados.

Com o passar do tempo eles passaram a assar outros legumes e foram agregando mais ingredientes e molhos, já utilizando panelas de ferro em datas festivas em que todos os comensais se serviam da mesma panela.

Assim, o sukiyaki ganhou um valor espiritual típico do japonês que é o de reafirmar os laços familiares, afetivos e de amizade através da mesa, resguardando sua cultura e tradição.

Segue uma receita bem tradicional:

30g de manteiga sem sal

200g de filé mignon fatiado finamente

6 folhas de acelga

100g de brotos de feijão

1 cebola média

½ maço de cebolinha grossa

8 unidades de Shitake

250g de macarrão de batata

200g de tofu

Dashi (caldo)

100 ml de shoyu

50ml de sake comum

50ml de mirim (sake licoroso)

15g de açúcar

Modo de preparo

Lave bem as folhas de acelga e corte-as em cubos (retângulos), lave os talos da cebolinha grossa e corte-as em pequenos talos de 5 cm em diagonal, retire os talos do cogumelo shitake, corte em cubos de 5 cm o queijo de soja.

Retire o macarrão de batata do pacote e cuidadosamente esprema-os com as mãos de modo que, saia o máximo do soro que envolve o macarrão. Aqueça a panela e derreta a manteiga, em seguida refogue levemente a carne sem deixar dourar.

Em seguida coloque as folhas de acelga cortadas em cubos (retângulos), a cebola cortadas em meia rodelas de 1 cm de espessura, os cogumelos shitake sem os talos e as cebolinhas cortadas em bastonetes de 5 cm de comprimento em diagonal e o tofu cortado em cubos.

Misture todos os ingredientes do molho e adicione ao sukiyaki. Em seguida acrescente o macarrão de batata.

Certifique-se de que todos os ingredientes estão dispostos de forma artística e tampe a panela por 8 minutos e retire a tampa e acrescente o broto de feijão.

Deixe cozinhar por 2 minutos e estará pronto para servir.

Observação

Caso o molho comece a transbordar da panela retire um pouco com uma concha e guarde. À medida que o molho for secando da panela, vá acrescentando aos poucos o molho que você retirou.

Abraço e até a próxima!

Colunista do Vila Sabor, o Chef Rodrigo Anunciato é formado em gastronomia pelo Senac e professor titular da Faculdade de Gastronomia da UniSantos.

Comente