Cosmopolitan, o drinque Sex in the City

Depois de ser um dos protagonistas na série Sex in the City, ele não chegou a brilhar nas telonas no primeiro filme da série, mas depois das quatro amigas experimentarem vários outros, elas terminaram citando o bom e velho predileto de Carrie (Sarah Jessica Parker).

O drinque da Big Apple não ganhou fama mundial apenas por estar nas mãos de Jessica, enquanto sua personagem contava suas experiências sexuais. A cantora Madonna já declarou que a bebida é uma de suas favoritas. Talvez por isso ele esteja associada às mulheres jovens e sofisticadas em busca de um drinque para relaxar.

Ele surgiu a partir da idéia de três bartenders norte-americanos Neal Murray, Cheryl Cook e Toby Cecchini, esse autor da tradicional receita que leva uma parte de vodca citrus, 15 ml de suco de cranberry e um twist (pequena tira retirada da casca) de limão. Ele aperfeiçoou o drinque de Cheryl Cook que usava uma parte de cointreau e ¾ de uma parte de suco de limão.

Aqui no Brasil, a mistura ganha algumas modificações. No paulistano Ritz, por exemplo, ela leva mais vodca e suco de cranberry, e menos cointreau e suco de limão. A bebida também é servida da taça de Martini, mas a casquinha que enfeita é de laranja, e não de limão, como no original. Já o barman Derivan Ferreira de Souza usou um toque ainda mais brasileiro, a cachaça, e batizou o drinque de Metropolitan.

A bebida Cointreau usada no Cosmopolitan também fez sucesso em filmes que se passam na metrópole americana. Depois do slogan O Diabo Veste Prada... E bebe Cointreau, a marca até inventou o Demoniac Cosmopolitan para lembrar as cenas de Meryl Streep como a poderosa editora da revista de moda Runaway.

Por Juliana Lopes

Comente