Churrasco sem mistérios

Churrasco sem mistérios

De churrasqueiro todo mundo tem um pouco. Na hora de preparar a carne e colocar no espeto, palpites é que não faltam. Por isso, ouça a “voz da experiência” quando for preparar o seu. Confira as dicas de Eduardo Maria, especialista em churrasco e gerente de produtos do Grupo Marfrig.

Carne - deve estar com a cor vermelho-cereja, brilhante e resfriada. No caso de carnes embaladas a vácuo, é comum a cor ser um pouco mais escura, mas ela volta ao normal após o contato com o ar. Nunca lave a carne com água corrente, isso altera seu sabor e maciez.

Sal - sal grosso e nunca úmido. Se for o caso, basta aquecê-lo no forno por alguns minutos para secar. Tempere a peça com bastante sal antes de ser levada ao fogo. Quando ela começar a transpirar, retire todo o excesso com as mãos e leve ao braseiro.

Quantidade - a média por pessoa é de 400 a 600 gramas de carne para cada adulto e de 300 gramas para cada criança.

Fogo - nunca utilize produtos inflamáveis diretamente no carvão, pois poderá causar uma explosão e ferimentos. Uma das formas de acender o braseiro é forrar a churrasqueira com uma camada fina de carvão e preparar vários rolinhos de papel de jornal, dispondo aproximadamente oito rolinhos em uma direção e oito perpendiculares aos mesmos, formando uma espécie de grade. Tape com mais carvão e despeje, com cuidado, três tampinhas de álcool por cima. Jogue um fósforo aceso sobre o local e afaste-se. Faça vento com um jornal dobrado ou com um fole, para atiçar as brasas. Só leve as carnes ao fogo quando o carvão estiver coberto por igual de uma camada de cinza branca, sem chamas ou fumaça. Isso demora de 20 minutos a meia hora. Controle o calor da churrasqueira juntando as brasas ou as dispersando.

Veja também:

Os melhores cortes para o seu churrasco

Por Juliana Lopes

Comente

Assuntos relacionados: culinária sabor cozinha churrasco