Café Colonial: sabor que dá água na boca

Típica mesa de café colonial

O tradicional café colonial, costume proveniente da colonização por alemães na região Sul do país, representa muito mais do que uma mesa farta de cucas, pães, bolos, tortas, frios, geléias, mel, queschmier, morcillas, conservas, chocolate quente, café, chás, wafles, tortas e outras iguarias.

Os mais antigos moradores da região costumam falar que os colonos recebiam turistas em regiões mais afastadas onde não havia hospedagem, por isso colocavam na mesa tudo o que havia de melhor. Outros contam que a mesa repleta de doces, salgados e bebidas logo pela manhã dava as condições necessárias para o trabalhador realizar os seus afazeres diários.

Nas tradicionais casas de café colonial, o cardápio não nega que a culinária típica é alemã e italiana, e nada mais. Uma outra coisa que as pessoas costumam pensar é que o café colonial só é servido pela manhã, o que é errado afirmar, já que uma mesa composta com tanta variedade pode facilmente substituir uma refeição.

Se você apreciou todas as delicias que compõe a mesa de um café colonial, confira aqui algumas sugestões básicas para um cardápio.

Pães: centeio, cuca, milho, sovado e francês;

Geléias: diversos sabores, além de manteiga e requeijão;

Frios: diversos tipos de queijo, salame, presunto e mortadela;

Bebidas: vinhos, sucos, café, leite, chocolate quente e chás;

Salgados Quentes: frango frito, polenta frita, risoles, croquetes, bolinho de queijo, bolinho de batata;

Bolos: chocolate, cenoura, laranja, rocambole de doce de leite, bolo de queijo;

Sobremesas, tortas e pizzas: torta de morango, chocolate, gelatinas, mousses diversos, pudins, ambrosia, apfelstrudel, waffles.

Comente