Negroni

Em Florença, na Itália, corria o ano de 1919. O conde italiano, Camillo Negroni, era freqüentador assíduo do Casone. Chegava, sentava-se e pedia sempre o mesmo drinque, uma mistura de bitter e vermouth. Certa tarde chuvosa, dizem, um tanto quanto deprimido, talvez por um amor mal resolvido ou pela tristeza do clima, pediu ao barman, Fosco Scarcelli, uma bebida mais forte, para levantar o moral.

Rendimento

1 porção

Ingredientes

  • 1 dose(s) de gin
  • 1 dose(s) de campari
  • 1 dose(s) de vermouth tinto
  • 1 colher(es) (café) de casca de limão em tiras

Modo de preparo

Em um copo baixo, tipo old fashioned, coloque 4 pedras de gelo. Junte as bebidas e mexa bem. Decore com casca de limão ou uma fatia de laranja. Mexer com uma colher. O segredo é usar um bom gin, bem seco, inglês, de preferência.

Por seu próprio tipo de preparação, misturando ingredientes, alguns coquetéis têm história. Essas histórias têm sempre algo a ver com a primeira vez em que foi preparado. Se verídicas, não sabemos, mas são deliciosas de se conhecer, apenas por curiosidade... O barman, já conhecendo o gosto do freguês, apenas acrescentou ao seu coquetel costumeiro, uma tanto de gin, gelo e uma rodela de limão. O conde aprovou e passou a beber, dali por diante, apenas a nova mistura. Os outros freqüentadores do bar, logo a experimentaram e aprovaram. A bebida foi popularizada e, lógico, batizada com o nome do nobre bebedor.

Receita originalmente do CyberCook.com.br

Comente

Assuntos relacionados: Bebidas Vermouth Clássica Européia itália