O que é preciso para ser uma blogueira famosa?

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Blogueiras famosas

Helô Gomes . Foto: Reprodução Facebook

Elas são lindas, fofas, super estilosas e parecem saber TUDO sobre o mundo da moda! Produtos, acessórios, makes, roupas, nome disso e daquilo, tutoriais e penteados é um pouquinho do que podemos encontrar nos sites dessas meninas: as blogueiras. Elas recebem todas as notícias em primeira mão e estão sempre antenadas com o que está acontecendo, desde as passarelas das semanas de moda até a calçada de suas leitoras. Mas o que elas ganham com isso? De onde vem a grana para sobrevivência?

Conversamos com a Marina, do 2Beauty e com a Helô, do Sanduíche de Algodão para entender um pouco mais sobre este mundo de contos de fadas. Elas revelaram para a gente como fazem para manter o status de princesinhas da moda da internet e ainda ter tempo para se divertir com todo este trabalho.

As duas blogueiras tiveram seus "filhos" cerca de quatro anos atrás: "Eu comecei o blog porque sempre gostei de maquiagem e queria dividir com alguém. Eu acho que o diferencial do 2Beauty não é a informação e sim a forma como ela é apresentada", conta Marina. Já para Helô, o blog no início tinha outros planos: "Na época em que comecei a postar eu era repórter do site RG Vogue, da Carta Editorial, e a idéia era que o blog fosse uma extensão das coisas que aprendia na redação de moda."

Cobrir o SPFW já é de praxe em blogs de moda, quando perguntamos às meninas se elas achavam que o convite para esse evento era pelo sucesso de seus blogs as respostas foram bem distintas. Enquanto Marina acredita que comentar sobre o desfile é algo "grande", Helô é mais humilde: "Faço cobertura do SPFW há algumas temporadas, então, penso que o convite para a cobertura é independente do veículo em que eu trabalho. Pode ser site, revista, jornal ou meu próprio blog".

Quanto mais visitas, leitoras e comentários o blog tem, mais publicidade ele vai atrair. E é assim que as meninas se mantêm. Sabe aqueles banners espalhados pelo layout dos blogs? Pois é, nós vemos o marketing, já as meninas veem vários sinaizinhos de cifrão. Parece brincadeira, mas essa é a principal fonte de energia das meninas, fora os publieditoriais e as ações.

Parece um ciclo sem fim: você cria um blog, tem uma característica marcante e sabe o que está fazendo. Cria fãs, leitoras, aumenta a publicidade do blog, adquire renda e status. Viaja, ganha promoções, maquiagens, amostras, convites. Escreve, ganha fãs, publicidade, escreve, promoções, UFA! Esse mundo é uma loucura. E é mais ou menos assim a rotina das meninas.

A criadora do Sanduíche de Algodão já viajou para os lugares mais requisitados do mundo apenas para cobrir eventos, lançamentos e conhecer empresas. Nova York, Londres, Paris e várias cidades do Brasil já receberam sua ilustre presença: "É uma oportunidade incrível, porque acabo conhecendo trabalhos de pessoas maravilhosas, que pelo computador não seria possível", explica.


Além de conhecer diversos locais e fazer contatos e amizades, as meninas acabam por descobrir algo mais importante: elas mesmas. "O blog fez com que eu me conhecesse melhor. Quando a gente para e pensa a respeito das coisas - se realmente gosto daquilo, se a informação é relevante, se aquela moda é digna de virar post - a gente acaba se autodescobrindo", afirma Helô. E conclui: "O ser humano é tão interessante que quando as pessoas decidem ser elas mesmas, viram uma fonte rica de informações".

O trabalho das escritoras é constante e cada post é especial. Já matou sua curiosidade? Agora só resta fuçar um pouco mais nas páginas destas queridas para saber o que está rolando no universo da moda!

Por Alessandra Vespa (MBPress)

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente