Vestidos de noiva para gordinhas

Vestidos de noivas para gordinhas

Casamento Graziela Matte

Graziela Matte se casou em Campo Grande (MT), em fevereiro de 2006. Seu biotipo é conhecido como triângulo invertido (ombros largos e quadris estreitos), e suas calças são do tamanho 48. Como adepta dos modelos plus size, a blogueira do "Garotas Formosas" teve algumas dúvidas na hora de escolher o tão sonhado vestido.

"No primeiro momento eu queria tomara-que-caia, mas não ficou muito bem em mim. Então mandei colocar alças bordadas cruzando nas costas e um recorte atrás que fechou com uma fita, como um espartilho. Já o bordado foi na vertical, para alongar a silhueta. E acabei tirando o bojo do vestido porque ficou com um caimento melhor nos seios", comenta.

Dessa forma, o vestido passou para o modelo frente única. Para a organizadora do bazar de trocas GG, esse decote valoriza as mulheres mais gordinhas, com seios maiores e um colo bonito. "Fora isso também dá mais sustentação aos seios. Uma variação pode ser o modelo com alças mais largas e decote em "V", para valorizar o busto e dar segurança à mulher nesse momento tão especial", aconselha.

Para quem tem quadris mais largos, a dica de Graziela é usar uma saia tipo evasê, que não marca o corpo. "Mas tem um pequeno detalhe, ela não pode vir com muitos babados, pregas, ou qualquer outro tipo de excesso, pois o resultado pode ser o contrário, aumentar ainda mais o quadril", ressalta.

Vestidos de noiva para gordinhas

Desfile Inpression Brasil - Fashion Weekend Plus Size

Apesar de a blogueira não ter usado um vestido com manga, ela observa que muitas gordinhas preferem esconder os braços. Para o verão, a dica de Graziela é incluir apenas um bolerinho, separado do vestido, que cobre um pouco dos braços e costas, assim as noivas tem a opção de retirá-lo na hora da festa.

Daniela Braga, consultora de moda que também participa do Bazar de Trocas GG, concorda com as dicas da blogueira e acrescenta que as noivinhas tamanho GG devem evitar muitos detalhes, bordados ou flores, principalmente na região dos quadris. A consultora elaborou outras dicas especialmente para o Vila Fashion.

- Tecidos: noivas GG devem evitar os tecidos mais finos. A melhor escolha são os tecidos encorpados, como o Tafetá e a Zebelina. São tecidos que não marcam e modelam o corpo.

- Decote: o ideal é que se use decotes em U ou em V, valorizando e aprofundando o colo. Esse tipo de decote chama a atenção para o centro do corpo, além de alongar a silhueta. Elas devem evitar os decotes "canoa", que alargam a silhueta. Os modelos tomara-que-caia também devem ser evitados, geralmente eles evidenciam as gordurinhas que ficam próximas às axilas e na parte superior das costas.

- Detalhes: o vestido deve ter poucos detalhes e volume. Portanto é essencial que se capriche no modelo e no corte, com a utilização de um tecido nobre. Melhor evitar muitas rendas, babados, pedrarias, mangas bufantes e volumes extras promovidos por flores de tecido na região dos quadris.

- Véu e penteado: o comprimento pode ser definido de acordo com o gosto da noiva, sem problemas. Já para os cabelos é preciso pensar no tipo de rosto. Se a noiva tiver um rosto do tipo redondo ou coração, o ideal é fazer um penteado com os cabelos soltos, para afinar o rosto. Já as que possuem rostos de oval a longo podem abusar dos penteados com os cabelos presos.


- Modelos: o mais indicado para as noivas GG é o evasê. Ele deve ser estruturado na parte de cima, com devotes "U"ou "V" , e a partir da cintura a saia se abre para disfarçar a largura dos quadris e pernas. O corte império, marcado abaixo do busto e soltinho ao longo do corpo, também é bastante usado

Por Juliana Lopes

Comente