Vestidos de formatura - como adaptar modelos do Oscar

Vestidos de formatura

Emma Stone. Foto: Site Oficial Academy Awards

Fevereiro e Março são os meses do Oscar e das formaturas. Talvez por isso o primeiro funcione quase que automaticamente como inspiração para o segundo.

Na opinião do estilista Arthur Caliman, especialista em vestidos de festa e responsável pelos trajes de gala usados pelas mulheres candidatas ao posto de Miss Brasil, o cinema internacional é referência sim e muitas mulheres se espelham nos looks dos tapetes vermelhos, mas ressalta: "cada vez mais a brasileira mescla estas referências internacionais com as de nosso país, por exemplo, são das novelas que saem as maiores referências atualmente."

Segundo o estilista, uma dose extra de charme e romantismo serão a máxima neste ano. E fala sobre o que será moda. "Em 2012 teremos muitas transparências, rendas e modelagens que alongam a silhueta. Em termos de cor temos os tons de nude que estão em alta. E muitos trabalhos manuais tais como apliques de renda e bordados feitos à mão."

Para as mais românticas, vale lembrar o que a nossa colunista Erica Minchin indicou: o vestido usado por Emma Stone, de Giambatista Valli, poderia ser perfeitamente usado por uma formanda ou madrinha, basta apenas deixar o laço um pouco menor.

Caliman revela que determinadas estampas e cores podem valorizar ou derrubar a produção. Para não errar sempre procure valorizar seus pontos fortes, por exemplo, se você é mais baixa, explore a exposição do colo, isso alongará sua silhueta e fará com que as pessoas tenham a ilusão de que você é mais alta. "Oculte o que você não tem de mais belo, por exemplo, quem tem muito quadril pode optar por vestido com corte império, no qual a cintura é deslocada levemente para cima", sugere.


Há outras dicas, agora em relação às cores: "Tons mais abertos (aqueles pastéis) tendem a ampliar e tons mais fechados (cores fortes) tendem a diminuir. Siga estes conselhos e você vai arrasar".

Quem não sabe como escolher o melhor modelo, o especialista sugere que, primeiramente, a pessoa deve conhecer suas proporções, fazer constantemente uma autoanálise com o melhor amigo, que é o espelho. "E claro, filtrar e absorver o que a moda tem de melhor hoje em dia: ser democrática. Temos modelos para manequins 38 e 46 que proporcionam o mesmo brilho e poder à mulher que o veste", garante.

Por Bianca de Souza (MBPress)

Comente