Um vestido e um amor

Um vestido e um amor

Débora Falabella e Mariana Aretz. Foto: divulgação.

Um simpático ateliê, localizado no coração fashion da capital paulista. O lugarejo recebeu, carinhosamente, o nome de "Un Vestido y Un Amor". O negócio surgiu da maneira mais simples possível. Literalmente foi um amor pelos vestidos, que uniu as amigas Mariana Aretz e Débora Falabella.

No começo de tudo, bem no comecinho mesmo, as duas amigas foram apresentadas por uma prima de Débora. Mariana sempre gostou de moda, por isso se tornou estilista. E Débora, uma atriz conhecidíssima das telinhas globais, também é apaixonada por estilo.

A dificuldade em encontrar vestidos que agradassem as moças foi o estopim para que elas quisessem mudar esse cenário e criar a própria linha de roupas. "Nós duas gostamos muito de usar vestidos e tínhamos dificuldade em comprar os modelos que queríamos. Como eu sou estilista e ela [a Débora] sempre gostou de moda, vimos nisso uma oportunidade de negócio. Nos unimos e criamos a marca", conta Mariana.

Como todo começo, as meninas foram criando algumas peças, de maneira que, cada dia que passava, a marca ganhava uma cara nova e mais fãs. "Começamos de maneira muito despretensiosa, com poucas peças, e o negócio foi crescendo", relembra a profissional.

O bacana da marca é que cada vestido é único. E, sendo único, nada mais justo do que nomeá-los. Todas as peças são apelidadas com nomes femininos. "Achamos que era a melhor maneira de ‘batizá-los’. No lugar de colocar um código numérico, ou um nome qualquer, colocamos nomes femininos. Combina com a proposta da nossa marca", afirma Mariana.

As criações não têm um motivo especial para existir, elas apenas existem. Não se preocupam com moda ou tendências, apenas seguem seu próprio curso, fazendo um estilo simples, casual e, ao mesmo tempo, moderno e confortável. "Procuro desenvolver e criar peças que eu gostaria de usar. Não sigo tendências de moda e não existe nenhuma inspiração ou tema específico", diz Mariana. "A ideia é que o mesmo vestido possa ser usado para trabalhar, para jantar fora, ir ao cinema, enfim, uma peça que caia bem para várias ocasiões", completa a estilista.

O público alvo das meninas é bem variado: garotas de 15 anos e mulheres de 60. Todas unidas pelo gosto das saias esvoaçantes. E, para Mariana, não importa a idade. Basta ser mulher para combinar com um vestido. "Nossas clientes são assim, mulheres de todos os tipos e de idades bem variadas. Todas as mulheres combinam com vestido. Basta achar o modelo certo para valorizar cada tipo de corpo", afirma.

Um vestido e um amor

Mariana Aretz e Débora Falabella na inauguração da loja. Foto: divulgação.

Cada peça custa, em media, R$ 150. Vale a pena se pensar que são modelos únicos que não serão encontrados em nenhum outro lugar.


Quem quiser saber mais sobre as peças ou comprar os vestidos pode dar uma passadinha no blog (unvestido.blogspot.com) - elas entregam para todo o Brasil - e só conferir a delícia que é escolher entre as Helenas, as Suzanas, as Olgas, as Deises...

Por Tissiane Vicentin (MBPress)

Comente

Assuntos relacionados: moda estilo vestidos débora falabella amor