Turbantes para fazer a cabeça

Turbantes para fazer a cabeça

A moda dá mesmo muitas voltas. Depois de grande sucesso nas décadas de 1930, 1940 e 1970, o turbante está de volta! O acessório, que promete invadir o Brasil no verão, apareceu nos desfiles da Armani e de Ágatha Ruiz de la Prada, durante a temporada de verão 2011. Além deles, Marc Jacobs e Galliano, fora do Brasil, e Samuel Cirnansck, Neon, Walter Rodrigues, Gustavo Silvestre, por aqui, também trouxeram suas versões para o turbante, nos desfiles desse ano.

Mas tudo começou bem antes, no começo do século XX - o estilista Paul Poiret, que tinha na cultura do Oriente Médio uma de suas maiores inspirações, sempre adicionava turbantes aos seus croquis. A partir daí, o acessório compôs o visual moderno adotado pelas mulheres da alta sociedade. Além dos estilistas, o turbante tem defensores de peso no mundo dos famosos.

Na lista, encontramos até (pasmem!) a rainha Elizabeth, que usava em sua juventude. Além dela, as divas Carmem Miranda (ícone), Coco Chanel, Greta Garbo e Elizabeth Taylor, Gloria Swanson e a escritora feminista Simone de Beauvoir também aparecem como fãs do lenço na cabeça. Entre as contemporâneas, Salma Hayek, Kate Moss, Lady Fag, Mary Kate Olsen, Camilla Belle, lá fora, e Thayla Ayala e Camila Morgado, por aqui, esbanjam estilo com o adereço.

Aí você, pobre mortal, olha para a cabeleira das estrelas e pensa: "Por que não eu?". O Vila Fashion vai dissolver esse nó em sua cabeça, ou melhor, ensiná-la a fazê-lo, para que também possa exibir por aí seu turbante.

Mini-manual para futuras usuárias de turbantes

Tudo começa com a escolha do tecido, que deve ser cuidadosamente escolhido. "Se a roupa for sofisticada, escolha um tecido nobre como o cetim. Se o visual for casual, escolha os de viscose ou de malha", contou a professora da Escola de Moda Sigbol Fashion, Elizangela Gomes. Os mais usados são os longos ou quadrados, de cetim, viscose, viscoelastano e algodão (estampados ou lisos).

O acessório é indicado para vários eventos - desde os diurnos até os noturnos, sofisticados. "Combinado com looks mais cool ou com longos vestidos, o turbante dá um ar sofisticado ao visual nesta estação", disse Elizangela.

"Se seu estilo for clássico, aposte em calças pantalonas, camisa, uma bolsa carteira, nos pés uma anabela e incremente com o turbante. Se seu estilo for ousado aposte em uma bata, em corte quadrado, com legging, sapatilha e o turbante. Você também pode usar com uma calça jeans saruel, uma regata étnica, um sapato ankle boots e um turbante dourado - fica super moderno! ", sugere. "Dependendo da pessoa, pode até colocar uma pedra no centro do turbante ou até uma pena de pavão", finalizou. Quanto estilo, hein!? Vai encarar?

Alguns cuidados para as aventureiras-fashion

Já que é um acessório chamativo, alguns cuidados devem ser tomados. Caso use uma roupa mais estampada, aposte em um lenço liso ou vice-versa. Além disso, o turbante não fica muito legal com roupas esportivas.

As mais baixinhas e gordinhas também devem prestar atenção: "Este acessório fica ótimo para mulheres altas e medianas, que estejam com o corpo em dia", sugere Elisangela, da Sigbol. Mas, se você está com uns quilinhos a mais, pode usar, sim. Cuidado apenas para não encurtar a silhueta e prefira decote V.

Para a maquiagem, o importante valorizar o rosto. "Marque bem os olhos e use batom nude, que vai deixar um ar sedutor como das mulheres árabes", finalizou a professora


Como dobrar:

Quadrados: dobre ao meio, coloque a parte mais larga na nuca e as pontas na testa. Em seguida amarre bem forte e coloque as três pontas para dentro, de forma que o nó fique aparecendo.

Compridos: dobre a peça ao meio, coloque na nuca, e leve as duas pontas no sentindo das orelhas. Em seguida, cruze as duas pontas na testa e use o que sobrou do tecido enrolando em volta da cabeça. Dê um nó na nuca e termine de enrolar - e procure esconder as pontas que sobrarem.

Por Ana Paula de Araujo (MBPress)

Comente